A internet tem dono?

Será que a internet tem um dono? Quem é o dono da internet?
  • Visualizações19.159 visualizações
Por Ana Paula Pereira em 19 de Junho de 2009

Para responder esta pergunta, depende de como você está imaginando que a internet funcione. Se você imaginá-la como um bloco único de serviço ou uma entidade, ela não possui um dono. Assim como acontece com o serviço de telefonia, para que a internet exista da maneira que a conhecemos, não há um responsável por tudo, mas sim vários responsáveis.

Como tudo começou? Nessa época tinha um dono?

A precursora da internet, a Arpanet foi um sistema que interligava computadores para fins militares surgida em 1969 e, posteriormente, ela também passou a ser interligada com universidades e outros institutos de pesquisa.

Mesmo contando com um esquema bem simples, a partir dela foram criados alguns mecanismos que até hoje fazem parte do maquinário utilizado pela internet para estabelecer a comunicação entre os computadores. Como exemplos disto, temos O IP que permite a troca de informações entre as redes e os backbones (computadores com capacidade para grandes fluxos de dados conectados em rede).

Como a Arpanet era um projeto iniciado e patrocinado pelo governo dos Estados Unidos, poderíamos talvez atribuir o domínio da internet para os EUA até este momento. Porém, daquela época até os tempos atuais, muita coisa mudou e esta verdadeira Torre de Babel da comunicação, com interatividade e multimídia só tornou-se possível após a criação da World Wide Web.

A internet não possui um dono, mas sim diversos responsáveis pelas partes do serviço

Atualmente, então não há donos?

A Internet é constituída por várias partes e serviços diferentes e cada uma delas tem uma espécie de "dono". Há entidades responsáveis pela arquitetura e pelos protocolos de internet e as responsáveis pela distribuição do serviço de forma que ele chegue até os usuários finais.

“Donos” relacionados à arquitetura e padrões da internet

As principais entidades responsáveis por padrões, arquitetura e políticas da internet são a IETF (Internet Engineering Task Force) que adota grupos de trabalho para cada assunto relacionado à internet, garantindo, assim a estabilidade do serviço. A IAB (Internet Architecture Board) supervisiona os planos de protocolos e padrões para a internet. A Sociedade da Informação é responsável pela educação, políticas e padrões na internet.

E a ICANN (Internet Corporation for Assigned Names and Numbers) que é a responsável pelo estabelecimento de regras de uso e distribuição dos Protocolos IP. Ela administra os DNS da internet e é responsável pela garantia de relação entre nome de domínios e IPs.

“Donos” da distribuição do serviço

São as entidades responsáveis pelo controle, qualidade e o nível de acesso, oferecem os serviços que formam o backbone da internet (fornecendo cabos, roteadores, máquinas,etc), conhecidas como as provedoras dos serviços de internet upstream.

Além destas grandes provedoras, ainda existem as menores que funcionam como intermediárias. Estas empresas inscrevem-se de forma a poder redistribuir o serviço. Temos como exemplo desta categoria, as empresas que fornecem serviços de internet DSL ou cabo. Para conectá-las com as provedoras, existem os IXPs (Pontos de Troca de Tráfego) que são as conexões físicas entre as redes.

Dessa forma você pode perceber que a internet não tem um “dono”. O que ela possui são diversos responsáveis por partes do serviço, de forma que ele mantenha-se funcionando da forma com o qual o recebemos todos os dias.



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!