O The New York Times divulgou ontem (7) que a Apple adquiriu a startup californiana Emotient, que desenvolveu um software capaz de reconhecer e analisar expressões faciais capturadas em vídeo. A pequena empresa se junta à Perceptio e à VocalIQ, outras companhias dedicadas ao desenvolvimento de inteligência artificial que foram compradas recentemente pela Maçã.

A tecnologia que a Emotient desenvolve usa o aprendizado profundo de redes neurais para analisar frames de vídeos e fazer com que o sistema faça novas inferências baseadas nas informações já existentes. Soluções semelhantes baseadas em inteligência artificial têm sido temas de investimentos de outras empresas, como Snapchat, Microsoft, Facebook, Google, Pinterest e outras.

De acordo com a página da Emotient, o que eles têm feito se destaca na área porque o sistema que criaram consegue bons resultados mesmo em condições pouco favoráveis. Obstáculos como luminosidade reduzida, imagens em resolução mediana, ocultação parcial da face (óculos ou barba, por exemplo) e múltiplos rostos em uma mesma imagem já são superados pela inteligência desenvolvida pela companhia. Em um vídeo em Full HD, a rede neural supostamente seria capaz de analisar centenas de faces simultaneamente.

Essa tecnologia já poderia funcionar hoje em um browser ou em uma API, de acordo com as informações do site. Como já é de praxe com a Apple, o valor da aquisição não foi divulgado, e a empresa não quis comentar o assunto, mas em 2014 a Emotient anunciou que havia recebido uma rodada de investimentos de US$ 6 milhões (cerca de R$ 24,1 milhões).

Você acha que a Apple pretende lançar um produto novo com as tecnologias que vem comprando ou apenas aperfeiçoar o que já possui? Por quê? Comente no Fórum do TecMundo