Comparação de Tablets 2011: quem é quem nesta corrida tecnológica

O Baixaki comparou os principais modelos de tablets. Chegou a hora de mostrar o que cada gadget tem de melhor.
  • Visualizações115.400 visualizações
Por Fernando Daquino em 17 de Fevereiro de 2011

Clique aqui para ampliar a imagem!

Clique para ampliar a imagem.

Apesar de terem surgido na década de 80, os tablets (gadgets considerados híbridos de netbooks e smartphones) voltaram a ganhar notoriedade com o lançamento do iPad (produto da Apple) em abril de 2010. De lá para cá, esses dispositivos receberam maior atenção das fabricantes.

Os eletrônicos viraram febre em todo o mundo. Durante a Consumer Electronics Show (CES) 2011 e a Mobile World Congress (MWC) 2011 esses aparelhos ganharam destaque – e muito destaque. Com tantas opções de tablets chegando às prateleiras, os consumidores podem ficar em dúvida de qual modelo é o mais apropriado para sua necessidade.

Para ajudar seus leitores em uma possível decisão de compra, o Baixaki comparou os portáteis mais potentes do mercado e explicita neste artigo o que cada um possui de melhor. Avalie as especificações, reflita sobre seu perfil e coloque a mão no bolso. Você ainda vai ter um tablet presente no seu dia a dia!

Na onda dos tablets

Em menos de um ano, o mercado deixou de ter uma alternativa de alta qualidade (o iPad) para oferecer, no mínimo, dez modelos de tablets com desempenho surpreendente. Preparado para conhecê-los mais de perto? Então vamos passar brevemente pelo o que mais chama atenção em cada produto.

Apple iPad

O tablet da Maçã mais cobiçada do planeta realmente foi um marco na história desse segmento de eletrônico. Ele chegou a incrível marca de 3 milhões de unidades vendidas em apenas 80 dias! Com tela de 9,7 polegadas e o processador mais avançado da marca – o Apple A4 com 1 GHz de frequência –, o desempenho do gadget foi aplaudido pelos entusiastas na época do seu lançamento. A sensibilidade da tela, a autonomia da bateria (chegando facilmente a 10 horas de uso), a variedade de apps na loja online e o design (como de praxe nos produtos da empresa de Jobs) foram os diferencias deste equipamento.

Comparação de Tablets 2011: quem é quem nesta corrida tecnológica (Fonte da imagem: Divulgação/Apple)

Asus Eee Slate EP121

A empresa sediada em Taiwan entrou de cabeça no mercado de tablets, lançando o seu modelo com processador Intel Core i5, 2 GB de memória RAM DDR3, tela de 12,1 polegadas multitouch e câmeras para a realização de videoconferências. O possível anúncio de uma versão do Microsoft Office voltada para o gadget deve ser um atrativo a mais para os consumidores. Há quem diga que a Asus ainda está confundindo tablet com netbook.

BlackBerry PlayBook

O dispositivo da RIM (organização canadense responsável pelos BlackBerrys) oferece alta resolução ao reproduzir imagens e vídeos (até 1080p), um processador dual-core de 1 GHz, uma câmera frontal de 3 megapixels e suporte completo para o Flash 10.1. Quem necessita carregar o tablet de um lado para outro vai curtir as 400 gramas do aparelho mais leve do mercado.

Dell Streak 7

Equipado com o Android 2.2, display WVGA com sensibilidade multitoque, processador Tegra 2 e suporte para Flash, o aparelho da Dell revelou uma ótima experiência para a navegação na internet, visualização de TV e filmes, leitura de livros eletrônicos e execução de jogos com belíssimos efeitos gráficos. A conectividade 4G é outro destaque do Streak.

Comparação de Tablets 2011: quem é quem nesta corrida tecnológica (Fonte da imagem: Divulgação/Dell)

HP TouchPad

O maior diferencial do dispositivo fabricado pela HP é o sistema operacional próprio, o webOS. Outro recurso importante deste equipamento é a tecnologia Touch-to-share, a qual permite que o tablet troque pacotes de dados com outros equipamentos compatíveis da marca apenas aproximando-os. O Adobe Flash Player é outra aposta da fabricante para estimular a venda do seu produto.

HTC Flyer

Anunciado da MWC 2011, o Flyer roda o Android 2.4, mantém conectividade por meio do Bluetooth 3.0 e conta com processador de 1,5 GHz da Qualcomm. A novidade do gadget é a presença da caneta stylus, compatível com o Scribe – funcionando como um bloco de notas para texto ou desenho.

LG Optimus Pad

Para os fãs de efeitos tridimensionais, o aparelho da LG deve ser a alternativa mais atraente. O Optimus Pad é o primeiro tablet que consegue gravar vídeos em 3D com recursos nativos – graças às duas câmeras traseiras de 5 megapixels. Além disso, o dispositivo possui um poderoso processador dual-core da NVIDIA – o Tegra 2. Todo o suporte para estes componentes é oferecido pelo Android 3.0 (conhecido como Honeycomb).

Comparação de Tablets 2011: quem é quem nesta corrida tecnológica (Fonte da imagem: Divulgação/LG)

Motorola Xoom

Revelado na CES 2011, o Xoom é considerado a grande ameaça para o iPad. Contando com processador Tegra 2, memória interna de 32 GB expansível com cartões de memória SD, suporte à tecnologia 4G e bateria que consegue executar até 10 horas de vídeo, o eletrônico da Motorola é um dos “pesos-pesados” deste mercado.

Comparação de Tablets 2011: quem é quem nesta corrida tecnológica (Fonte da imagem: Divulgação/Motorola)

Samsung Galaxy Tab 10.1

A segunda geração do portátil da Samsung veio para abocanhar o mercado dos “grandões”. O dispositivo tem tela 10,1 polegadas, processador Tegra 2 e opera com o Honeycomb (versão 3.0 do Android que renovou a interação do usuário com o sistema operacional). A alta definição de vídeos, com até 1080p, é mais uma característica para fisgar os consumidores.

ViewSonic ViewPad 10Pro

As especificações técnicas do gadget com tela de 10,1 polegadas não impressionam – ele mantém o nível da concorrência. O destaque do aparelho é o sistema dual boot: segundo a fabricante, o primeiro modelo do segmento a possuir este recurso.

As aparências enganam

As especificações desses aparelhos parecem oferecer tudo o que precisamos em nosso cotidiano, não é mesmo? O trunfo das fabricantes está basicamente nos poderosos processadores adotados. A arquitetura ARM nesses semicondutores abriu um novo leque de modelos de alto desempenho.

A NVIDIA com o Tegra 2 (dual-core com 1 GHz), a Qualcomm oferecendo o Snapdragon de 1 GHz – além de conectividade 4G e GPS integrado – e a Texas Instruments disponibilizando o OMAP 4430, são as empresas que despontam nos tablets. Clique aqui e conheça as empresas que estão na briga pelo novo mercado de processadores.

Entretanto, em uma análise minuciosa, é perceptível que as aparências robustas dos dispositivos podem enganar. Nem sempre potência de hardware significa o melhor desempenho. A ausência de compatibilidade com o Flash, por exemplo, pode limitar a experiência do usuário ao navegar pela web com o gadget. Assistir a vídeos e acessar determinados conteúdos (em alguns casos sites inteiros) pode se tornar uma dor de cabeça.

Comparação de Tablets 2011: quem é quem nesta corrida tecnológica (Fonte da imagem: Divulgação/BlackBerry)

A inexistência de câmeras, como acontece no iPad, é outro empecilho para que o consumidor aproveite o máximo da internet em seu tablet. Entretanto, isso deve ser sanado em breve com uma nova versão do aparelho.

Em outras situações, os “problemas” passam por itens críticos para o desempenho do aparelho. O Asus Eee Slate, apesar de ter uma lista de componentes de hardware invejável (até mesmo para alguns PCs), opera com o Windows 7 – sistema operacional nada adequado para esse tipo de equipamento. Rumores apontam que a Microsoft desenvolverá uma versão do Windows 8 voltada para esse segmento de portáteis.

Desbancando o iPad

Se antes o iPad reinava, hoje ele ganha concorrentes à altura. Os tablets com Android surgem na mídia para abalar a hegemonia do dispositivo da Apple. Seriam meras especulações? Não. O eletrônico da Maçã está perdendo fãs. Segundo pesquisa da Strategy Analytics, empresa de consultoria em negócios, o domínio do iPad caiu de 95% para 77% dos portáteis do gênero vendidos. O grande responsável pela queda é o Galaxy Tab – o portátil da Samsung.

Tal estatística corrobora com o que podemos perceber com a tabela de comparação dos tablets: o iPad está ultrapassado. O aparelho, sem dúvida, foi revolucionário para este segmento de eletrônicos. Quando lançado ele era único e imponente. Mas seus dias de glória acabaram, novos dispositivos estão chegando, e com um potencial bem superior. O Xoom, o Optimus Pad e o Galaxy Tab ainda devem causar muita insônia no Steve Jobs.

Comparação de Tablets 2011: quem é quem nesta corrida tecnológica (Fonte da imagem: Divulgação/Samsung)

Obviamente, uma empresa tão inovadora como a Apple não está parada. Se as especulações se concretizarem, o iPad 2 promete botar lenha nessa fogueira. O mercado de tablet está quente e, ao que tudo indica, esse calor só deve aumentar daqui em diante.

...

E para você, leitor do Baixaki? Qual foi o tablet que mais chamou sua atenção? Qual é sua expectativa para este segmento de eletrônicos? Você sente ou prevê alguma necessidade que possa ser suprida por estes dispositivos? Compartilhe sua opinião, faça seus comentários.



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!





Shopping Tecmundo

Assuntos Relacionados