O tamanho do Orkut no Brasil

A maior rede social entre os brasileiros parece não temer o avanço do Facebook. Por que os brasileiros são tão fiéis ao Orkut?
  • Visualizações150.578 visualizações
Por Renan Hamann em 4 de Fevereiro de 2011

Qual é a primeira palavra que surge na cabeça dos brasileiros quando se pensa em redes sociais? Para 75% dos usuários de internet a resposta é Orkut. Independente dos números arrasadores do Facebook em escala mundial, no Brasil o Orkut impera, o que faz com que ele seja considerado a rede social brasileira.

Há muitos que dizem que o Orkut está com os dias contados, e boatos sobre este assunto não faltam. O anúncio de uma nova rede social que estaria sendo produzida pela Google assustou, mas não causou danos. Não são raros os casos de usuários que listam defeitos na rede social e buscam razões para abandoná-la. Mas ao contrário do que todos pensam, o Orkut não acabou.

2004: convites e limitações

Criada no início de 2004 pelo engenheiro da Google Turquia, Orkut Büyükkökten, a rede social era bastante limitada e só podia ser acessada por membros convidados. Neste mesmo ano o Orkut ganhou destaque na imprensa internacional devido às restrições de acesso e também porque tentava provar que todas as pessoas estão a apenas cinco intermediários de qualquer outra pessoa do mundo.

Novo Orkut e suas novas funções

Fonte da imagem: Blog oficial do Orkut

A necessidade dos convites transformou o Orkut em uma grande expectativa para quem não possuía permissões. Cada usuário podia distribuir apenas 20 convites (número que passou para cem pouco depois) e muitos chegaram a vender estes acessos.

Mas as limitações também se estendiam para os usuários cadastrados. Sabe aquele limite de 10 mil fotos que você pode adicionar em seu álbum? Pois nos primórdios do Orkut esse número era de apenas 12. Quem quisesse colocar outras, precisava apagar as que já possuía.

Além disso, não existia tanta segurança e privacidade no Orkut. Todos os usuários podiam ver tudo o que outros postassem. Recados, fotos e informações, nada era protegido por cadeados como acontece hoje. A única forma de proteger seus dados era não os colocando no ar.

Mudanças: a explosão

Em 2005 o Orkut ganhou a atualização que fez com que os brasileiros fossem conquistados de uma vez por todas: tradução para o português. Então os “Scraps” viraram “Recados”, os “Testimonials” viraram “Depoimentos” e o “Orkut” virou “Mania nacional”. Até mesmo as lan houses sentiram o impacto, pois muitos usuários deixavam de jogar para acessar a rede.

O Orkut é brasileiro.

Pouco tempo depois deixou de ser necessário obter convites para ingressar no Orkut e mais uma vez o número de usuários cadastrados saltou consideravelmente. Melhorias nos servidores da rede social permitiram que a quantidade de fotos postadas por cada usuário aumentasse também.

Entre 2005 e 2011, mais de 30 mil atualizações de engenharia já foram aplicadas no Orkut. Isso significa uma série de modificações na estrutura de programação e segurança, funcionalidades, sistema de anúncios e muitos outros (pequenos ou grandes) avanços realizados no serviço. Talvez a mais comentada por todos seja o nosso próximo item.

O novo Orkut

Cinco anos após o lançamento, muitos usuários questionavam-se acerca das poucas alterações visuais que haviam sido colocadas no ar. Foi assim até que no final de outubro de 2009 foi lançado o Novo Orkut. Com diversos temas para escolha dos usuários, cada um podia definir as cores do seu perfil.

Temas não faltam

Fonte da imagem: Blog oficial do Orkut

Novos temas são lançados com frequência, geralmente ligados a algumas datas específicas, como Natal, Ano Novo e Carnaval. A novidade trouxe de volta os convites ao Orkut, causando bastante alvoroço por parte dos usuários mais fanáticos da rede social. Não demorou para que os recursos fossem disponibilizadas para todos.

Uma rede social brasileira

Não dá para negar que o Orkut foi dominado pelos brasileiros. Os dados oficiais mostram que 50,6% dos usuários são brasileiros, o que motivou a Google a transferir o controle da rede social para o escritório brasileiro. Isso mesmo, desde 2008 o Orkut é gerenciado pela Google Brasil, que conta com parceria da Google Índia, mas é dona da palavra final.

Dados demográficos da rede social

Fonte da imagem: reprodução/Orkut

Neste mesmo ano, dados do Ibope informavam que mais de 40 milhões de brasileiros possuíam acesso ao serviço. Isso representa cerca de 75% dos usuários brasileiros que possuem internet, tanto em suas casas quanto em computadores coletivos (colégios, centros comunitários e lan houses).

Como já dissemos, em escala mundial o Orkut não se compara a outras redes, mas no Brasil essa conversa é bem diferente. Em volume de acessos, o serviço só fica atrás do Google e Google Brasil, sendo o terceiro endereço mais visitado da internet.

Enquanto 75% dos brasileiros estão no Orkut, apenas 25% estão cadastrados no Facebook e menos de 20% possuem contas no Twitter. O tempo de permanência em cada site também reflete a preferência nacional, pois os minutos gastos no Orkut representam o triplo do que é gasto nas outras duas redes sociais citadas.

Feito para nós

Muitos questionam os motivos de o Orkut dar tão certo do Brasil. Nisso surgem uma série de hipóteses, todas com explicações bem contundentes. Inegável que o mistério que era criado pela necessidade dos convites foi uma jogada de mestre da equipe de marketing da Google. A curiosidade e a sensação de exclusividade dos usuários foram primordiais.

Shows criados para os brasileiros e transmitidos ao vivo

Fonte da imagem: Blog oficial do Orkut

Outra teoria é relacionada às possibilidades oferecidas pela rede social. Quando não havia nenhuma outra que tivesse obtido sucesso, surgiu o Orkut para permitir que os usuários postassem suas fotos, conhecessem novas pessoas e até mesmo novos amores (14% dos usuários estão em busca de relacionamentos).

Mas o que é mais aceito é a teoria da simplicidade: é fácil usar o Orkut. Todas as funções estão bem localizadas: comunidades, amigos, fotos, atualizações. Isso mostra as vantagens da rede social da Google sobre o Facebook, que infelizmente não é o site mais intuitivo do planeta.

Não para de crescer

Quem pensa que o Orkut está morrendo está mais do que enganado, pelo menos em relação ao Brasil. É verdade que o ritmo de crescimento do serviço está mais baixo nos últimos anos, mas isso não representa uma perda de usuários para o Facebook. O que acontece é que não há mais para onde o Orkut crescer.

Editor de imagens integrado ao Orkut

Fonte da imagem: Blog oficial do Orkut

Fora do Brasil não há políticas de investimento na rede social, pois a Google está produzindo uma nova forma de ter acesso a estes usuários. A Índia, que é o segundo país a mais utilizar o Orkut, é hoje quem mais possui crescimento no Facebook (220% de aumento no número de usuários, somente em 2010). O Brasil não cresce dessa forma no Facebook, porque é fiel ao Orkut.

Ao que tudo indica, o Orkut nunca vai parar de crescer, pois o acesso à internet da população brasileira também não. É verdade que este processo é lento, mas com certeza é rentável. Além dos anúncios que existem no Orkut, outra forma de lucro dos desenvolvedores é por meio dos vários joguinhos disponíveis.

Jogos sociais

Há quem diga que existe um império, mas o nome dado ao enorme volume de games disponíveis nas redes sociais é o que menos importa. Algumas das empresas mais poderosas do ramo, como Vostu e Mentez conseguem lucros milionários com seus joguinhos para Orkut.

Jogos sociais

Fonte da imagem: reprodução/Orkut

Esta segunda, responsável pelos jogos Colheita Feliz e Vida nas Passarelas atingiu a marca de 35 milhões de dólares com a venda de objetos e moedas específicas dos games, somente em 2010. A rival Vostu, criadora do MiniFazenda, possui cerca de 20 milhões de perfis ativos, sendo que neste jogo são plantadas 2,5 bilhões de sementes por mês

O mais legal é que boa parte destes jogos foram criados para o perfil dos brasileiros. Mesmo que sejam cópias de games consagrados para o Facebook, eles merecem respeito e continuam atraindo usuários. Por serem sociais, demandam a interação entre perfis, o que força os próprios jogadores a propagarem os games.

.....

Não restam dúvidas de que o Orkut é a rede social dos brasileiros. Tradução para nosso idioma, migração das decisões para a Google Brasil, jogos criados para públicos daqui e a facilidade na utilização são apenas algumas das provas do sucesso deste serviço aqui no Brasil.

Logo de 7 anos do Orkut

Fonte da imagem: Blog oficial do Orkut

Mesmo que em todos os outros países o Facebook seja o único a crescer exponencialmente, não há ameaças para a rede social da Google por aqui, pelo fato de a utilização do Orkut parecer ter sido criada para os brasileiros. Design mais colorido e personalizável e funcionalidades intuitivas também colaboram para isso.

O serviço acabou de completar sete anos e parece que a relação de amor entre ele e os brasileiros ainda vai perdurar. E você, ainda usa o Orkut? Deixe um comentário contando o que você pensa acerca da maior rede social do Brasil.

Infográfico por Priscilla Bonato



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!





Shopping Tecmundo

Assuntos Relacionados