TV a cabo mostra preocupação com união Google-Motorola

Os operadores de TV a cabo também se preocupam com possíveis invasões de privacidade, já que o Google poderia teoricamente usar os decodificadores para obter dados pessoais de assinantes.
  • Visualizações21.853 visualizações
Por Bruna Rasmussen em 17 de Agosto de 2011

Reuters. Por Yinka Adegoke e Liana B. Baker - O setor de TV paga está acompanhando com nervosismo a aquisição da Motorola Mobility, maior fornecedora mundial de decodificadores de televisão por assinatura, pelo Google.

Embora a divisão de celulares e tablets da Motorola Mobility tenha naturalmente atraído a maior parte da atenção, os executivos de TV paga perceberam imediatamente que para eles o acordo significará cooperar com uma empresa que no passado esteve em choque com o setor em diversas frentes, da pirataria à chamada neutralidade da rede.

"Existe uma indisposição generalizada quanto ao Google, para nós, e creio que para outras empresas de TV a cabo", disse o executivo de uma grande operadora do setor, que pediu que seu nome não fosse mencionado porque sua companhia provavelmente continuará tendo de negociar com o Google.

"Se fosse a Hewlett-Packard ou a Microsoft, tenho certeza de que a aquisição seria indiferente para nós."

As operadoras de telefonia e TV a cabo encaram o Google com suspeita desde que o maior serviço de busca na Internet utilizou sua influência para convencer as autoridades regulatórias a apoiar regras de "neutralidade da rede" que impediriam que provedores de acesso à Internet racionassem o acesso às suas redes.

Os provedores e operadoras de TV a cabo queriam a capacidade de contornar congestionamentos de dados bloqueando certas formas de tráfego ou cobrando pela prioridade de transmissão em suas redes, por exemplo.

Os operadores de TV a cabo também se preocupam com possíveis invasões de privacidade, já que o Google poderia teoricamente usar os decodificadores para obter dados pessoais de assinantes com o objetivo de vender publicidade.

"Se eles tiverem decodificadores na maioria dos domicílios norte-americanos, haverá necessidade de garantir que não haja abusos contra a privacidade", disse outro executivo do setor de TV a cabo.

Comcast e Time Warner Cable, os dois maiores operadores de TV a cabo dos EUA, utilizam decodificadores Motorola, o que significa que a aquisição dá ao Google acesso imediato a milhões de casas em todo o país.



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!