Google Maps detalha conteúdo de cada quadra em seus mapas

Com a atualização, mapas passam a mostrar também os edifícios das cidades mesmo fora do modo Satélite.
  • Visualizações10.677 visualizações
Por Durval Ramos Junior em 19 de Outubro de 2012

Google Maps detalha conteúdo de cada quadra em seus mapasAmpliar (Fonte da imagem: Reprodução/Google Maps)

O Google Maps acaba de receber uma atualização que, para muitos, pode ser inútil, mas vai ajudar a diferenciar o serviço de localização em relação a seus concorrentes. Afinal, a empresa anunciou que nada menos do que 25 milhões de prédios foram fielmente reproduzidos em sua visualização básica.

Embora a reconstrução geométrica dos prédios — os famosos “quadradinhos entre as ruas” — pareça não ter nenhuma utilidade prática, ela serve para deixar a navegação muito mais intuitiva e natural. Como pode ser visto na imagem acima, a simples presença desses elementos dá uma dimensão maior do que há na região, evitando a sensação de que estamos no meio do nada.

Além disso, a companhia afirma que o novo recurso vai permitir que os usuários tenham uma noção mais realista da área visualizada. A representação dos edifícios e demais elementos das cidades funciona exatamente como pontos de referência para que você não se perca.

No entanto, antes que você corra para o Maps para ver se sua casa já está desenhada, saiba que, mesmo com a grande quantidade de prédios adicionados na atualização, nem todas as regiões receberam a novidade. Como é de se imaginar, os Estados Unidos ainda são prioridade e cidades como Los Angeles, Chicago e Miami já estão com a nova visualização disponível. No Brasil, São Paulo já conta com o recurso.

Desenhos precisos

Para chegar a esse resultado, a Google utilizou a leitura feita por seus satélites para transformar o topo das construções presentes nas fotos em objetos geométricos, o que permitiu agilidade e precisão na hora de fazer a conversão. O mais impressionante, porém, é que o sistema desenvolvido não só é capaz de reconhecer o formato como identificar a altura do prédio.

E para manter o serviço sempre de qualidade, a companhia pediu para que as pessoas reportem qualquer tipo de informação estranha e que ajudem a ampliar o banco de dados coletado até o momento.

Fonte: SlashGear, CNET



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!