Google Chrome planeja extinguir o espaço da barra de endereços

Página do navegador vai valorizar mais a exibição do conteúdo dos sites e diminuir a área de comando.
  • Visualizações12.995 visualizações
Por Luana Lima em 21 de Fevereiro de 2011

Foi anunciado nesta segunda-feira (21), pelo jornal britânico “The Telegraph”, que os desenvolvedores do Google Chrome têm estudado a possibilidade de tirar a barra de endereço do layout do navegador. A ideia surgiu como uma forma de economizar espaço utilizado pela barra, a fim de melhorar a visualização das páginas abertas.

Não há nada totalmente confirmado, mas a julgar pelas informações divulgadas, o provável é que a barra de endereço se torne invisível no layout, aparecendo apenas quando o usuário passar o ponteiro do mouse em cima de uma determinada área da página. Desta forma, este espaço deixaria de ser fixo e se tornaria dinâmico, aparecendo como um campo originado da aba selecionada mostrando a URL do site visitado.

O projeto foi originado junto com a proposta de criar novas opções de aplicativos para o Chrome. Os desenvolvedores acreditam que, com a atualização da forma da página, sem a barra de endereços, a utilização dos aplicativos pode ser uma experiência melhor aproveitada se o usuário tiver o controle total da área de conteúdo. Agora, só resta aguardar os próximos anúncios da Google e esperar por mudanças realmente significativas.

Nova forma de visualizar a barra de endereço

Não há nada totalmente confirmado, mas, a julgar pelas informações divulgadas, o provável é que aconteçam quatro modificações relacionadas à barra de endereço. A primeira versão mantem a forma clássica, que já é utilizada atualmente.

Google Chrome planeja extinguir o espaço da barra de endereços

A segunda torna este campo invisível no layout, aparecendo apenas quando o usuário passar o ponteiro do mouse em cima de uma determinada área da página. O espaço deixaria de ser fixo, sendo exibido a partir da aba selecionada, como um campo anexo, mostrando a URL do site visitado. Esta é a versão mais ousada de todas, pois causa uma mudança maior do que as outras.

AmpliarGoogle Chrome planeja extinguir o espaço da barra de endereços

A terceira opção mostra a URL e a barra de pesquisa como uma coluna, que ficará localizada no lado esquerdo da página. A última sugestão é especialmente desenvolvida para visores sensíveis ao toque, na qual a barra de endereço e de ferramentas são mais largas do que a padrão. Porém, estes espaços podem ser escondidos para deixar a área de conteúdo maior.

Perfis simultâneos e nova organização do histórico

Dentro do projeto para o navegador, também estão opções para utilizar serviços do Chrome com vários perfis ao mesmo tempo. Desta forma, de você possui mais de um usuário cadastrado no Google, não precisará mais fazer log out e log on cada vez que desejar utilizar uma conta diferente, podendo acessá-las simultaneamente.

Mudar de perfil no Google será fácil com o Chrome

Fonte da imagem: Conceivablytech

Outra ideia é melhorar a forma como o histórico do usuário é organizado, mudando o esquema de indexação dos sites visitados. Agora, quando você digitar uma letra ou uma palavra no campo destinado para o endereço da página, dez dos resultados mais visitados e gravados pelo navegador vão aparecer como sugestões de caminhos seguindo sete passos de processamento, apresentados logo abaixo.

Google Chrome planeja extinguir o espaço da barra de endereços

AmpliarPrimeiramente, os termos são inseridos. Depois, o sistema combina as letras ou palavras digitadas e, então, realiza uma redução dos resultados a partir desta combinação. Na etapa seguinte, estes termos são filtrados e os resultados possíveis para cada palavra formada são selecionados.

Por fim, são unidos os itens presentes no histórico com a finalidade de mostrar dez dos sites encontrados. Por enquanto, este sistema funciona apenas para as URLs. A intenção dos desenvolvedores é estender esta facilidade para o título e para as páginas pesquisadas.



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!