A Google lançou em 2014 um gadget curioso, feito quase que inteiramente de papelão, que serve como um display para material focado em realidade virtual. Chamado simplesmente de Cardboard (papelão, em inglês), o “dispositivo” já teve mais de 5 milhões de unidades enviadas desde que foi anunciado 19 meses atrás, de acordo com uma postagem no blog oficial da companhia.

A distribuição do Cardboard ganhou tração mesmo a partir do ano passado, quando várias outras companhias anunciaram que estavam desenvolvendo dispositivos com funções semelhantes, mas com custos bem mais elevados. No entanto, algumas informações levantadas pela Google demonstram que as pessoas não estão simplesmente adquirindo os óculos de papelão, mas também os usando com frequência.

De acordo com a companhia, já foram feitas mais de 25 milhões de instalações de apps voltados para a realidade virtual na Google Play Store até o momento, com 10 milhões delas acontecendo apenas entre outubro e dezembro de 2015. Já há mais de mil apps de RV na loja virtual da empresa, além de uma quantidade considerável de produção e consumo de mídias voltadas para essa tecnologia.

O YouTube já soma mais de 350 mil horas assistidas de material de realidade virtual e mais de 750 mil fotos foram tiradas com a função Photo Sphere, que permite a visualização em 360º de um ambiente. Conforme o potencial de mídias em RV continuar crescendo, é provável que ainda mais pessoas se interessem pelos óculos criados pela Google, que são tão baratos que já foram até mesmo distribuídos como brindes para os assinantes do jornal americano The New York Times.

Você pretende investir em óculos de realidade virtual? Comente no Fórum do TecMundo