Dois dos grandes lançamentos dos próximos meses na área de smartphones, o Samsung Galaxy S7 e o LG G5, devem estrear nos modelos internacionais e top de linha Android uma nova tecnologia: os sensores de íris, que fazem os leitores biométricos serem coisa do passado.

Rumores sobre a tecnologia já são datados, mas parece que agora chegou mesmo a hora da estreia. O que não se sabe é a tecnologia que será adotada. Os sensores podem ser de luz infravermelha, que é invisível ao olho humano e, quando disparada, ilumina os padrões da íris do olho do usuário. Em seguida, uma câmera frontal extra no aparelho captura a imagem e compara com a foto original, tirada na hora do seu cadastro.

O outro método não escaneia a íris, mas o padrão de vasos sanguíneos na parte branca do olho (esclera), além de outros pequenos detalhes. Essa tecnologia ainda precisa ser melhorada: não está compravada sua eficiência em ambientes de pouca luz e o resultado demora alguns segundos a mais para sair. Porém, a Samsung é uma das investidoras da companhia EyeVerify, dona da técnica, e pode estar desenvolvendo melhorias. Já a LG trabalharia com a sul-coreana Irience, que mantém sua patente de mais de 15 anos de desenvolvimento em segredo.

Mais da LG

E as possíveis novidades do G5 não acabam por aí. Segundo vários rumores, o design do smartphone será radicalmente diferente dos anteriores — e umas das novidades é uma abertura na parte inferior do dispositivo, provavelmente para fazer a troca de bateria.

Já os botões de volume sairiam da traseira do aparelho para a lateral, um local mais tradicional para os usuários. Isso pode ter sido feito para que uma segunda câmera traseira seja adicionada.

Você está ansioso para usar um smartphone com leitor de íris? Comente no Fórum do TecMundo