Durante o Mobile World Congress (MWC), em Barcelona, a Ford apresentou experimentos que vem desenvolvendo na Europa para ajudar os motoristas a estacionar, compartilhar veículos e até ganhar dinheiro com a entrega de pequenas encomendas. Os projetos fazem parte do Ford Smart Mobility, plano da empresa para se tornar líder global em conectividade, mobilidade, veículos autônomos, experiência do consumidor e análise de dados.

Uma das iniciativas é chamada de GoPark e consiste de um sistema piloto em Londres que direciona os motoristas para ruas onde há mais probabilidade de encontrar uma vaga para estacionar. Segundo a fabricante, estimativas indicam que 30% do trânsito nas grandes cidades é causado por pessoas procurando local onde parar, o que motivou um grupo de moradores do bairro de Islington aceitou participar voluntariamente do projeto.

Os envolvidos instalaram dispositivos plug-in em seus carros – da Ford e de outras marcas – e passaram a enviar dados em tempo real sobre as condições do trânsito e vagas. Somando-se a isso, a iniciativa de compartilhamento de carros da fabricante, chamada GoDrive, também está sendo usada para teste de estacionamento na rua em determinados locais da capital britânica. O serviço tem 25 centrais na cidade, todas com estacionamento próprio.

Além do GoDrive, a fabricante também tem outro projeto de compartilhamento de veículos na Alemanha, o chamado Ford Carsharing. Criado para atender cidades pequenas, médias e grandes no país, o serviço dispõe de 170 estações espalhadas pelo território alemão, registrou um aumento de 76% e somou mais de um milhão de quilômetros rodados pelos clientes em 2015.

Dirigindo e ganhando

Durante o MWC 2016, a Ford não apenas falou sobre as iniciativas mencionadas acima, mas também lançou o novo modelo de seu carro Kuga na Europa, apresentou o sistema de conectividade SYNC e divulgou novos apps interessantes para seus carros. Um deles, com o nome MyBoxMan, permite que os motoristas ganhem dinheiro transportando pequenas encomendas pelo trajeto por onde passariam normalmente.

O serviço paga entre € 5 e € 8 (algo na faixa de R$ 20 a R$ 35) por uma viagem padrão de 5 km, dependendo da distância, dimensões e peso dos itens transportados. O objetivo é dar aos motoristas a possibilidade de ganhar um dinheiro extra, sem a intenção de ser uma atividade principal ou emprego fixo. Disponível inicialmente para plataforma Android na França, o aplicativo será lançado este ano também na Alemanha, Espanha, Itália, Países Baixos e Reino Unido.

O que você achou das iniciativas apresentadas pela Ford durante a MWC? Comente no Fórum do TecMundo