Qual é a fonte? Conheça sites que ajudam a identificá-la

Viu uma fonte e gostou, mas não sabe o nome? É só usar um dos serviços que indicamos para saber na hora.
  • Visualizações193.873 visualizações
Por Oliver Hautsch em 21 de Junho de 2010

Quem trabalha com internet, principalmente desenhistas e webdesigners, costuma navegar na rede com um olhar diferente dos demais usuários. O conhecimento desses profissionais permite que sejam analisados aspectos mais específicos das páginas que visitam.

Uma delas é o tipo de fonte usada nos sites. Nem sempre a utilizada é padrão e, por isso, surgem dúvidas sobre qual foi usada pelo desenvolvedor da página.

Entretanto, pouquíssimos profissionais têm a capacidade de identificar fontes somente olhando para elas. Quem não consegue fazer isso precisa de ferramentas de auxílio.

Felizmente, existem diversos serviços online que ajudam ou fazem a identificação de fontes, através de diferentes processos. É deles que falamos neste artigo.

Qual é a fonte?

WhatTheFont é o nome de uma das ferramentas que identifica mais facilmente a fonte usada em determinado texto. Tudo o que você precisa é fazer um screenshot do trecho que contém o tipo de letra que precisa ser identificada e deixar que o WhatTheFont faça o resto.

DICA: para uma identificação positiva, siga sempre as orientações do serviço visitado.

WhatTheFont

O Whatfontis.com possui uma imensa base de dados com milhões de tipos diferentes de fontes. Da mesma forma que o WhatTheFont, o Whatfontis usa a tecnologia de reconhecimento de texto através de imagens, permitindo que você mande um arquivo contendo o trecho que utiliza a fonte a ser descoberta.

Existem duas maneiras de usar o Whatfontis: enviando uma imagem que está no seu computador, através do botão “Browse”; ou colando o endereço em que ela está hospedada na internet.

Logo abaixo dos campos nos quais você indica onde está a imagem com o texto, existem três definições do tipo de resultado a ser mostrado. Marcando a popção “Display only free fonts or free alternative fonts” ("mostrar somente fonte gratuitas ou alternativas"), somente são mostradas as fontes gratuitas que tenham semelhança com a enviada.

A segunda opção serve para que somente apareçam nos resultados as fontes comerciais (que você precisa comprar ou pagar para usar). Se marcar o terceiro item, todas as fontes que coincidam com a enviada são mostradas, independente de licença de uso.

Adicionalmente, você pode marcar a caixa “The background color is dark, please invert colors” ("a cor de fundo é escura, favor invertê-las"), caso a imagem que você esteja enviando tenha o fundo escuro. O serviço inverte as cores para facilitar o reconhecimento pelo sistema.

What Font Is

ATENÇÃO: quando você fizer a captura da imagem que contém o texto, corte-a para que somente uma linha de texto apareça, senão o sistema não consegue fazer o reconhecimento.

Outra maneira de procurar é escolhendo as características mais peculiares da fonte, como faz o TypeNavigator. Quando entra no serviço, você vê um quadro à esquerda com as diversas possibilidades.

Escolha cada uma das opções que mais se assemelham à fonte que você viu e, no final, clique no botão “Search”. Se o TypeNavigator encontrar alguma coincidência, ela é listada no quadro da direita.

TypeNavigator

Identificando com poucas informações

Se você não tem como fazer um screenshot do texto cuja fonte precisa identificar, há um serviço chamado Identifont que faz uma série de perguntas e sugere resultados baseados em suas respostas.

As perguntas analisam pontos chave dos caracteres, cruzam suas respostas com a base de dados e exibem no final as fontes encontradas que coincidam com as características que você informou.

O Identifont possui ainda outras duas formas de pesquisa: através do nome, em que você digita parte do nome da fonte para saber o restante; e por similaridade, que busca fontes parecidas com aquela cujo nome você digitou.

IdentiFont

O FontTrainer tem um propósito um pouco diferente dos demais. Ele realiza testes para verificar sua habilidade de identificar fontes só olhando para elas. Não é uma ferramenta para quem precisa descobrir o nome, mas para aprender e treinar conforme o serviço mostra o texto.

Cada palavra é escrita com uma fonte diferente e você deve clicar em cada uma para tentar adivinhar qual é. Depois de escolher todas, clique em “Check” para que o sistema verifique suas respostas. Os acertos são marcados em verde e os erros em vermelho.

FontTrainer

Agora que você já viu algumas das ferramentas disponíveis, não há mais desculpa para deixar seu site feio, com fontes genéricas e sem graça. Comece já a usar os serviços que indicamos e deixe seu site mais bonito e atraente.



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!