O que é aterramento?

Proteja seu equipamento e evite levar choques desnecessários.
  • Visualizações114.854 visualizações
Por Douglas Leandro Pereira em 30 de Abril de 2009

Muitos já ouviram falar sobre o aterramento e usa importância em uma rede elétrica. No entanto, a maioria das pessoas não sabe como, e quanto, ele influencia no funcionamento dos aparelhos eletrônicos, como o computador. Antes, precisamos ter uma noção melhor sobre a eletricidade.

REDE ELÉTRICA

A rede elétrica é composta, basicamente, por dois fios condutores de energia: o neutro, que possui potencial igual a zero; e o fase, por onde a tensão elétrica é transmitida. Os dois são fornecidos pela concessionária de energia local e são suficientes para efetuar uma ligação elétrica em uma residência. Porém, essa ligação não é perfeita, pois existem variações de tensão na rede elétrica.

Provavelmente você já deve ter ouvido que a “voltagem” de sua casa é de 110V, 127V ou 220V. Apesar de ser tecnicamente incorreto, o termo “voltagem” é muito usado para se referir à tensão ou potencial elétrico, que é medida em Volts e tem como símbolo a letra V (em maiúsculo).

Relógio que mede o consumo de energia em uma residência.

Para existir eletricidade, é necessário que haja uma diferença de potencial. Ou seja, no caso de um fio fase com potencial de 127V e um neutro com 0V, por exemplo, a diferença de potencial entre eles é de 127V e, portanto, existe eletricidade. No entanto, o valor do neutro em uma residência nem sempre é igual a zero, devido à “sujeira” causada pelas fugas de energia dos aparelhos.

COMPONENTES ELETRÔNICOS

Essa fuga de energia fica alojada nas extremidades metálicas dos equipamentos, o que é normal. Em um computador, isso acontece com muita frequência devido aos vários componentes elétricos que funcionam em seu interior e pode ocasionar choques ao encostarmos em sua superfície.

Componentes eletrônicos podem ser danificados caso não haja um aterramento na residência.O choque acontece porque existe diferença de potencial entre a pessoa e o equipamento (geladeira, computador, etc.), o que ocasiona uma descarga elétrica. Esse choque não é muito forte e não causa grandes danos à saúde.

No entanto, ao conectar equipamentos que possuem diferença de potencial entre si, essa descarga elétrica  (por menor que seja) pode danificar os componentes mais sensíveis, como a porta paralela de uma impressora ou a placa de rede.

O ATERRAMENTO

O “terra” é um conector que possui valor igual a zero Volt absoluto, ou seja, seu valor não se altera, diferentemente do neutro. Dessa forma, ele é o responsável por eliminar a “sujeira” elétrica dos componentes, pois toda carga eletrostática acumulada neles é descarregada para a terra (é daí que surgiu seu nome).

O sistema de aterramento consiste em uma viga cravada na terra que é conectado a um fio, geralmente de cor verde e amarela, que percorre toda a casa. Ele tem como objetivo diminuir a variação de tensão de uma rede elétrica, eliminar as fugas de energia e proteger os usuários de um possível choque elétrico.

Tomada com três plugs.Você já deve ter notado que o plug que liga o computador à tomada tem três pinos, ou pelo menos deveria ter. Pois bem, o terceiro pino é chamado de “terra” e, muitas vezes, é retirado pelas pessoas para que o plug encaixe em tomadas mais simples.

É possível que sua residência já possua um sistema de aterramento, porém, o fio não está conectado ao equipamento. Verifique as tomadas e os plugs de conexão para ter certeza que está tudo em ordem. Caso sua casa não possua um sistema de aterramento, procure um eletricista predial para efetuar a instalação.

separador

O sistema de aterramento é bastante complexo e uma explicação mais detalhada sobre o assunto nos levaria a um imenso tutorial. Mesmo assim, tentamos sintetizar e facilitar seu entendimento para que o usuário tenha consciência de sua importância e, assim, mantenha seu equipamento sempre em funcionamento para continuar acessando o Baixaki. Até próxima.



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!