É provável que você não saiba, mas a Google está organizando faz tempo uma competição que promete financiar em até US$ 30 milhões o melhor projeto de robô para exploração da Lua. Batizado como Google Lunar XPRIZE, o prêmio é concorrido por várias equipes de cientistas, mas poucas delas se destacam tanto quanto a Part Time Scientists. O motivo é simples: ela está sendo apoiada por ninguém menos do que a Audi.

Exatamente: a famosa montadora alemã, conhecida por seus carros de luxo, agora tem um rover lunar com o seu próprio logotipo. Batizada como Audi Lunnar Quattro, a invenção possui um visual bem simpático e já conta com um protótipo funcional. Conforme reportado pelo The Verge, ele está demonstrado na Detroit Auto Show, evento que ocorre nos EUA até o dia 24.

Quase todo o robô foi construído usando a técnica de impressão 3D – algumas de suas partes possuem 1 milímetro de espessura, e seria impossível fabricá-lo com as máquinas de CNC tradicionais. Seu corpo é feito de alumínio e titânio, sendo que suas costas são equipadas com placas de captação de energia solar. Mais interessante ainda é a ideia da equipe de criar uma impressora 3D que possa ser enviada para a Lua e usar o solo lunar (rico em metais) para criar objetos e peças diretamente de lá, remotamente.

Para ganhar o financiamento da Google, o rover escolhido deve cumprir no mínimo três requisitos: ter tecnologia para aterrissar com suavidade na Lua, dirigir pelo menos 500 metros na superfície do astro e enviar gravações em alta definição para a Terra. Porém, a Part Time Scientists quer ir além e dirigir sua invenção até o rover deixado pelo Apollo 17 há 43 anos. A ideia é ver como o equipamento reagiu ao ficar exposto por tanto tempo aos elementos presentes no satélite natural.

Você acha que o homem foi mesmo até a Lua? Comente no Fórum do TecMundo