(Fonte da imagem: Reprodução/Collect Space)

O audacioso plano da Inspiration Mars Foundation de levar uma nave tripulada até Marte em 2018 tem dezenas de riscos, mesmo que o projeto não preveja pouso no Planeta Vermelho. Uma das preocupações está nos raios cósmicos aos quais os astronautas podem ser expostos.

Essa semana, a fundação anunciou uma forma aparentemente simples de conter a radiação: as fezes dos próprios astronautas podem ser usadas como um tipo de escudo de proteção. Após a retirada de toda a água para a reutilização, as fezes serão armazenadas nas paredes da nave, criando uma proteção segura para os astronautas.

Além das fezes, a própria comida será espalhada pelas laterais da nave e, conforme a comida for sendo utilizada, ela passa a ser trocada pelos dejetos, mantendo a tripulação longe dos raios, que podem ser mortais. Embora a ideia pareça estranha, Taber MacCallum, participante do projeto, garante que, mesmo funcionando como escudo para a radiação, a comida não seria infectada.