Motorola RAZR XT910

Análise
Avaliação do usuário: 70 com base em 53 opiniões Ler todas

Um smartphone que não economiza nas especificações e bate de frente com o Galaxy S II.

Por Fabio Jordão
Quinta-Feira, 5 de Janeiro de 2012

A Motorola ressuscitou o nome Razr e, recentemente, lançou um novo Android que chega ao mercado como “o smartphone mais fino do mundo”. O aparelho conta com design bem diferente da maioria dos aparelhos.

O Tecmundo avaliou o aparelho a fundo e, agora, compartilha com você tudo que aprovamos e reprovamos. Será que o novo Android da Motorola supera o tão cobiçado Galaxy S II? Será que o Razr terá chances na batalha contra o Galaxy Nexus? Isso é o que veremos agora!

Principais especificações

CPU TI OMAP 4430 Dual-core 1,2 GHz Cortex-A9
GPU PowerVR SGX540
Memória RAM 1 GB
Sistema Operacional Android 2.3.5
Memória interna 16 GB
Espaço para cartão Sim. Suporta até 32 GB
Tela 4,3 " com resolução de 540x960 pixels
Câmera 8 MP com foco automático e flash de LED
Conectividade Wi-Fi 802.11b/g/n, Wi-Fi hotspot, Bluetooth 4.0
Bateria Bateria de 1780 mAh
Peso 127 g
Dimensões (A x L x E) 13,0 x 6,9 x 0,7 cm

 

Aprovado O que chamou nossa atenção

Fino, leve e resistente

Qualquer um que pegue um Motorola Razr na mão fica boquiaberto e logo diz que o aparelho é muito fino. Com apenas 7,1 mm de espessura, o dispositivo vem para provar que é possível ter pequenas medidas e ser muito potente.

Fino, leve, resistente e elegante

Não bastasse essa vantagem, o Razr ainda briga pelo posto de smartphone top de linha com peso reduzido. São apenas 127 gramas que fazem do aparelho um ótimo produto para usar por muito tempo.

O design é inovador, fugindo do padrão iPhone e Galaxy. Com retas bem definidas, o aparelho marca presença e dá a impressão de ser um dispositivo robusto. O Razr possui acabamento impecável, com uma camada de Kevlar na parte traseira para proteção contra quedas e para evitar riscos na carcaça.

Imagens nítidas e cores vibrantes

A ampla tela de 4,3 polegadas é outro grande destaque do Motorola Razr. A resolução de 540x960 pixels é ideal para reprodução de imagens e de vídeos em alta definição. O display Super AMOLED Advanced garante nitidez e riqueza de detalhes.

Tela de alta qualidade

Durante nossos testes, ficamos impressionados com o contraste e a as cores fortes que dão vida a qualquer conteúdo que esteja na tela. Para proteger essa enorme tela, o Razr conta com a tecnologia Corning Gorilla Glass.

Pronto para jogos e vídeos de alta qualidade

Por se tratar de um smartphone top de linha, o Motorola Razr não apresenta grandes dificuldades para rodar jogos tridimensionais. O processador gráfico é o PowerVR SGX540, o mesmo que é utilizado no aparelho oficial da Google, o Samsung Galaxy Nexus.

Nos testes tridimensionais do Antutu Benchmark, o Razr marcou aproximadamente 60 fps. O aparelho se comportou muito bem para reprodução de vídeos com resolução de 1280x720 pixels. Não notamos quedas de frames e ficamos impressionados com a qualidade do display.

Vale lembrar ainda que não é apenas a GPU do Razr que é potente, mas a CPU também ajuda na hora de rodar jogos. Com processador TI OMAP 4430, o novo smartphone da Motorola garante alto desempenho para o uso no cotidiano, trabalhando com múltiplas tarefas e apresentando bons resultados para usar os diversos apps do Android.

Registre os momentos da sua vida em alta definição

Se a tela, o design e o poderio gráfico do Motorola Razr ainda não o convenceram, talvez a qualidade da câmera seja um fator decisivo na hora de você escolher seu novo smartphone. Com sensor de 8 MP, foco automático, checagem de qualidade e flash de LED, esse aparelho garante boas fotografias. Aparentemente, a qualidade é idêntica à da câmera do Galaxy S II.

Clique para ampliar Clique para ampliar Clique para ampliar Clique para ampliar

Em nossos testes, ficamos satisfeitos com a qualidade das imagens. Vídeos podem ser capturados com resolução Full HD e são reproduzidos suavemente no aparelho (tais clipes são gravados com codec especial, otimizados para reprodução em aparelhos portáteis).

Smart Action e MotoCast

Como diferenciais, a Motorola adicionou dois recursos fantásticos ao Razr. O primeiro deles é o Smart Action, funcionalidade que verifica as principais tarefas realizadas e os locais mais frequentados pelo proprietário, sugerindo ações para determinadas situações.

Smart Actions

O segundo grande diferencial é o MotoCast, recurso que permite conectar o PC ao smartphone à longa distância. Ainda que você esteja do outro lado do país, o Razr pode se conectar através da internet com o seu computador e aproveitar o conteúdo multimídia que você não quis copiar para o cartão de memória.

HDMI e Lapdock

Se a ideia é aproveitar vídeos em alta definição, então a saída HDMI do Motorola Razr vem a calhar. O aparelho já vem com o cabo apropriado e basta conectá-lo a uma TV de alta definição para aproveitar o conteúdo do aparelho em uma tela grande.

Lapdock

Assim como o Atrix, o Razr também pode ser usado como netbook. A fabricante vende um lapdock para você transformar o smartphone em computador. Simplesmente fantástico!

Reprovado Do que esperávamos mais

A bateria pode deixar você na mão

Quem busca um smartphone de bateria prolongada deve pensar duas vezes antes de optar por um Motorola Razr. Em nossos testes, verificamos que a bateria não dura mais do que 6 horas com a rede Wi-Fi ligada, com o brilho no máximo e usando apenas alguns aplicativos. E mais: não há como acessar a bateria, pois o aparelho não tem abertura na parte traseira.

Cores distorcidas

Se por um lado a tela agrada com sua alta definição, o excesso de cores dela pode não ser um fator tão favorável. Em nossa análise, notamos que o aparelho distorce muito as cores, transformando o verde-limão em verde-musgo. Para execução de vídeos, tal característica é positiva, mas para navegação na web, por exemplo, a distorção de cores é um agravante.

Diferença de cores

O design tem seus contras

A Motorola anuncia o Razr como o smartphone mais fino do mundo, todavia, devemos salientar que a propaganda é um pouco enganosa. A parte traseira do aparelho tem duas medidas, uma maior na parte superior e uma menor na base.

A parte mais fina do aparelho realmente mede 7,1 mm, contudo, no topo vemos que a espessura do aparelho é de aproximadamente 10,7 mm. Além disso, devemos criticar aqui que o Motorola Razr tem uma grande quantidade de espaço ao redor do display. Isso se deve em parte à distribuição interna dos componentes, entretanto, ele acaba ficando um pouco maior do que o Samsung Galaxy S II.

Pequenas engasgadas

Apesar do hardware potente, tivemos alguns pequenos problemas durantes nossos testes. O Motorola Razr engasgou algumas vezes na hora de executar alguns jogos. Por incrível que pareça, o dispositivo teve pequenos travamentos até mesmo no Fruit Ninja e no Angry Birds. Porém, salientamos que não consideramos isso como um problema do aparelho, pois existem grandes chances do firmware conter erros.

Problemas ao executar Fruit Ninja

Para execução de vídeos, também ficamos um pouco decepcionados. O Motorola Razr patinou para reproduzir vídeos em 1080p. A queda de frames é grande, sendo possível perceber que o dispositivo apresenta os clipes em câmera lenta. Só para constar, nosso teste consistiu na execução de vídeos em AVI e MP4. O programa utilizado foi o MX Video Player.

Câmera com sérios problemas

Ainda que seja excelente, sentimos que a câmera do aparelho apresenta certa demora na hora de utilizar o foco automático, mas nada que seja um grande problema. Entretanto, se a regulagem do foco não incomoda, os travamentos na hora de capturar vídeos são inadmissíveis.

O Motorola Razr travou tanto ao utilizar a qualidade HD quanto a HD+. Constatamos problemas na captura normal e ao usar o zoom. O aparelho simplesmente travou e então voltou para a tela inicial. Aqui, novamente, o problema pode ser do firmware ou do Android, todavia, ficamos decepcionados com a utilização da câmera.

Vale a pena? O que nós achamos

Se a ideia é comprar um smartphone de alto desempenho, optar pelo Motorola Razr é uma grande ideia. Dizer que ele é melhor do que o Samsung Galaxy S II não é justo, até porque eles têm características muito semelhantes e apresentam resultados parecidos. Contudo, se você quer um aparelho com uma tela de alta qualidade, o Razr tem mais a oferecer.

Com preços a partir de R$ 1.796,56, o Razr tem uma relação custo-benefício razoável, além de ser uma opção interessante para quem busca um Android poderoso.

Opiniões
Avaliação do usuário:com base em 53 opiniões 70
  • Esquentando mesmo desligado, 2 wilton em 01/08/2013 às 13:40 Comprei a 2 meses e meio atraz um Motorola Razr HD e ja tive problema, coloquei para carregar e quando deu carga 100%, retirei-o do carregador e do nada ele desligou e não ligou mais, fui na assitencia e em 1 semana ja estava pronto, ao pegar o celular ele estava totalmente descarregado e não ligava e pedi para que a secretaria da assistrencia desse uma carga para realmente saber que estava ligando, enquanto carregava fui em outras lojas comprar um perfume, depois de 2 horas voltei e a carga estava completa, da assistencia até em casa, cerca de 1 hora o celular em modo de standyBy descarregou 50 % da bateria, achei que era porque esta operando somente em modo de emergencia, dai o coloquei para carregar de novo e quando deu 100% da carga, retirei do carrgador e desliguei-o completamente e depois de 1hora voltrei a ligar e reparei que mesmo desligado a carcaça trazeira do celular estava quente e ao liga-lo tinha consumido 15% da bateria. hoje vou voltar na assitencia tecnica relatar o problema, só espero que isso não seja normal, pois carga de celular em menos de 2 hora vai ser hard.
  • Curtindo, 8 Vinícius em 10/07/2013 às 01:43 Não tenho a muito tempo, só a 2 semanas, no começo a bateria em 3 minutos caia 1%, logo depois fui colocar o chip, era pra ser micro chip, pensei em trocar, mas beleza, li uns tuto na internet e cortei o chip mais mesmo assim nao pegou, no outro dia, reiniciei o celular e do nada o chip cortado pegou, ÓTIMO! aí eu pensei, espero mais um pouco pra ver se a bateria melhore, e vi sim uma melhora, desativei programas e tal, pelo menos pra mim, o tempo é o suficiente, se eu não mecher muito, usar pouco, dura 1 dia, e eu com ele na mão direto, mechendo em tudo, tudo, dura umas 15 horas, ele é rapido, ainda não travou (espero que não trave), tem uma memória boa, é super rápido, camera perfeita! SMS o design é brabo, e a cada dia que passa curto mais ele, tirando a má impressão que tive com ele nos primeiros dias, hoje acho ele ótimo.
  • Confiável, 6 Hugo Antonini em 07/05/2013 às 23:29 Tenho ele desde o início do ano, logo que o conectei atualizei para a versão 4.0 do android (não posso dizer se a versão 2.2 é boa ou ruim). Em relação ao desempenho eu acho muito boa, roda diversos jogos com gráficos 3d e a sua bateria dura quase a mesma coisa que um smart top (1 dia). Recentemente atualizei para a versão 4.1, ele ficou mais rápido, mas parece que está esquentando. Na parte física, o vidro já apresentou alguns arranhões (não existem muitas películas para esse tipo de smart) e só. Eu recomendo.
  • Atualização com problemas, 6 Marcio em 15/04/2013 às 16:11 Atualizei meu aparelho para o mais recente SO e a bateria ficou louca, uma hora está 80% e logo depois fica 5%... do nada... mas antes da atualização estava normal. Sugiro a vcs que não atualizem o aparelho ainda e esperem uma correção disso.
  • Excelente aparelho, 10 Maurício Dionísio de Souza em 25/03/2013 às 15:02 Já fui o feliz possuído de alguns modelos de aparelho com Android, entra eles posso citar o Galaxy Y, SII, SIII, Note, Sony Xperia, entre outros, por ultimo ganhei de presente o Motorola Razr HD XT910, quando ainda vinha com a versão 2.3, atualizei para a verão 4.0 e até hoje nunca tive em um problema com ele, rodo com perfeição todos os meus sistemas com permissão #root sem nem um problema! O único inconveniente que posso citar até o momento é o fato da Motorola não ter soltada as atualizações atua do Android
  • RAZOAVEL, 8 Leão em 05/02/2013 às 19:38 Não estou aqui para promover a Motorola, mas sim deixar minha opinião sobre este produto Adquiri o Motorola Razr a 3 semanas e tive alguns problemas com a versão android Gingerbread, pois ele apresentava ser muito lerdo em termo de processamento e mal executava os aplicativos sem travar, mas apos a atualização para ICS ele aparentou um melhor desempenho, superior ao do Galaxy S2 (falando por experiencia própria), mas ainda sim apresenta problemas de travamento com a tela de descanso. Em comparação entre esses 2 aparelhos decidi ficar com o RAZR, pois alem de oferecer mais resistência q o S2, mostrou-se superior (não a ponto de competir com o S3), mas recomendo para as pessoas o RAZR.
  • Nunca consigo passar arquivos, 6 thayna em 26/01/2013 às 00:02 Tenho meu motorola razr a pouco tempo e sempre que gravo videos e tiro fotos da câmera, nunca consigo passar por meu computar, já procurei em todas as pastas e não achei.
  • Este smarth é excelente!, 10 Aline em 26/11/2012 às 20:34 O meu XT910, nunca me deu nenhum tipo de problemas. Recomendo, tem mil funcionalidades, ótimo! Amooooo...
  • sem arrependimentos, 8 marcogareth em 20/11/2012 às 21:36 Vejo muitas reclamações deste aparelho,e acho que dei sorte então.Comprei a 2 meses e nunca tive qq problema de travamentos ,bugs e desligamentos.Fiz a atualização no primeiro dia e ficou muito bom.O SmartActions desativei pq não preciso mesmo.Nenhum arranhão ou marcas.A única coisa que faltou foi o rádio FM que usava muito,tive que baixar um rádio da loja Android e uso no Wifi. Do resto sem arrependimentos(pelo menos por enquanto).
  • Bateria da china, 10 Augusto Porto em 17/11/2012 às 19:59 Bom, adquiri meu Razr com intuito de que ele era ótimo até melhor que o galaxy S2 em alguns pontos. Efetuei a compra em um domingo, Configurei ele todo normalmente e no 3 dia e bateria já estava dando problema.(Bateria ia igual água e quando colocava pra carregar mostrava que estava carregando mas não saia dos 20%). levei a assistência demorou 30 dias para eles efetuarem somente uma atualização de software e colocar um selo de garantia no carregador, que deixou mais lento o celular com a atualização e o problema continuou. enviei denovo a assistência e está lá, vai demorar mais 15 dias, se não arrumar desta vez é Procon na certa. rçrçrç prestem muita atenção mas muita mesmo em todos os detalhes porque o razr deve ter saído alguma linha de produção da motorola com problema, porque são muitos relatos.
Avaliação do usuário:com base em 53 opiniões 70