Durante a Mobile World Congress 2016, o CEO e criador do Cyanogen, Kirt McMaster, deu alguns depoimentos sobre as novidades da versão customizada do sistema operacional da Google, explicando como os novos “mods” do SO vão funcionar. Além disso, ele contou um pouco sobre o potencial do Android, que pode se tornar maior que o Facebook, o Windows e o iOS combinados até 2020.

“Milhões de unidades com Android serão vendidas neste ano, enquanto dispositivos da Oculus vão vender cerca de... o quê? Meia dúzia de produtos? Até 2020, a base do Android será de 4,6 bilhões de usuários, enquanto os membros ativos do Facebook no mobile, combinados com os de Windows no PC e de iOS no mesmo ano (2020), será de 4,4 a 4,5 bilhões de pessoas. Em outras palavras, o SO aberto será maior que os três juntos. O sistema operacional da Google é uma superplataforma, e o seu potencial verdadeiro ainda está para ser revelado”, diz McMaster.

E se você acha que as declarações “polêmicas” param por aí, está enganado. O executivo também alfinetou as fabricantes de smartphones e a falta de inovação. “Você está aqui na Mobile World Congress, e o que você vê? Um bando de retângulos. Grande b*#sta. Ninguém liga para retângulos. As pessoas querem saber de aplicações e serviços, mas não vemos inovações disso”, explica o CEO.

E o que podemos ver de inovações em apps? Os mods

Já que Kirt McMaster diz que precisamos de mais novidades na área de apps, o que ele tem a dizer? Saiba que não foi pouca coisa que o criador do Cyanogen imaginou até agora. A grande aposta de McMaster são os chamados mods, que se integrarão de uma maneira melhor ao sistema modificado do Android. Você pode conferir mais sobre eles aqui.

Esses apps estendidos, que por enquanto são alguns da Microsoft, como o Skype, Cortana Hyperlapse, poderão ser combinados de uma maneira mais natural às funcionalidades do próprio smartphone. Em outras palavras, os aplicativos iriam além dos seus recursos comuns, podendo integrar o Skype ao teclado convencional do celular ou colocar o Instagram na tela de bloqueio, por exemplo.

No que você aposta para o futuro da computação? Realidade virtual ou aplicações e serviços melhores? Comente no Fórum do TecMundo

Os mods do Cyanogen querem oferecer mais liberdade aos desenvolvedores. De acordo com a visão de McMaster, esse é o futuro da computação, e não coisas como a realidade virtual, pois serviços e aplicações podem realmente aumentar a produtividade de um usuário ou facilitar a sua vida. Será que as previsões dele vão se concretizar?