Uma empresa de produtos eróticos conhecida como Hot Octopuss inventou uma maneira no mínimo inusitada para diminuir o estresse dos trabalhadores de Manhattan. Ela acaba de inaugurar a GuyFi, uma cabine pública de masturbação. É, você não leu errado – trata-se de um cubículo, do tamanho de uma cabine telefônica, mas equipada com um notebook conectado à internet para que o usuário acesse seus “sites favoritos” e se divirta livremente.

A GuyFi é gratuita: basta entrar, sentar na cadeira e relaxar. Uma cortina preta se encarrega de proteger tanto a sua privacidade quanto a sua dignidade. Agora, a principal questão é a seguinte: quem se encarrega de limpar esse troço? E o quão bizarro seria ver uma fila de homens ansiosos para entrar em uma cabine minúscula e se masturbar vendo filmes pornô em uma avenida de tráfego intenso?

Embora o bom-senso diga o contrário, a Hot Octopuss parece confiante de que sua invenção vai melhorar a qualidade de vida de quem trabalha na região. A empresa se baseou em uma recente entrevista na qual 39% dos participantes admitiram se masturbar durante seu expediente. “Não há como negar que um trabalho em tempo integral pode ser estressante física e mentalmente, ainda mais em cidades agitadas como Manhattan”, afirma Adam Lewis, fundador da companhia.

“É importante que os homens se preocupem consigo mesmos para se manter saudáveis e focados em suas tarefas. Nós sempre dissemos o quão benéfico é ter uma pausa longe de sua mesa”, complementa. “Esperamos que os cidadãos aproveitem o espaço que criamos e o utilizem para o que eles quiserem. Ele é completamente gratuito... Tudo o que pedimos é que eles nos agradeçam quando forem promovidos”, conclui o executivo. Imagina se essa moda pega no Brasil?

Empresa cria cabine de masturbação pública; o que você acha disso? Comente no Fórum do TecMundo