Era uma vez um computador russo movido a água

O que parece ser um sistema de encanamento ultramoderno é, na verdade, um computador russo movido a água.
  • Visualizações6.731 visualizações
Por Maria Luciana Rincon Y Tamanini em 26 de Janeiro de 2012

Era uma vez um computador russo movido a água (Fonte da imagem: Reprodução/Pruned)

Antigamente, os computadores não eram, nem de longe, tão estilosos e compactos como os que temos hoje em dia. Eles eram gigantescos e apresentavam várias alavancas, engrenagens e outros mecanismos.

Entre os vários modelos que conhecemos, existiu também um modelo russo movido a água, construído pelo cientista Vladimir Lukyanov em 1936. Esse computador foi o primeiro a ser capaz de solucionar equações diferenciais parciais, algo bem difícil de ser feito na ponta do lápis.

Para solucionar as equações, Lukyanov utilizava uma série de tubos de vidro interconectados e cheios de água. A resposta era apresentada dependendo do nível de líquido presente em determinados tubos, enquanto torneiras e tampões serviam para alterar as variantes das equações. Era como se fosse uma calculadora hidráulica, uma espécie de ábaco composto de tubos, tanques, válvulas e canos.

O computador era, na realidade, utilizado para solucionar problemas relacionados às rachaduras no concreto, mas certamente serviu como inspiração para muitos outros dispositivos e aplicações, que viram o mesmo tipo de tecnologia sendo utilizada em campos como a geologia, metalurgia, engenharia etc.



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!