As 5 maiores explosões de todos os tempos

Do início dos tempos ao fim do universo. Conheça as maiores explosões já ocorridas na história.
  • Visualizações50.544 visualizações
Por Renan Hamann em 10 de Dezembro de 2011

Desde que o universo surgiu, literalmente, explosões fazem parte da história. É por causa delas que hoje estamos aqui e talvez seja por causa delas que um dia todos nós sejamos varridos da existência. Intrigantes e – muitas vezes – belíssimas, explosões podem encantar, ao mesmo tempo em que assombram pelo terror que podem causar.

Se você está ansioso para saber um pouco mais sobre as cinco maiores explosões de todos os tempos, esteja preparado para ver as mais poderosas obras de destruição criadas pelo homem e também as movimentações cósmicas que criaram as galáxias como conhecemos hoje. A lista foi baseada na preparada pelo site ListVerse.

5. FOAB: o pai de todas as bombas

Em 2003, os Estados Unidos criaram a MOAB (Massive Ordinace Air Blast Bomb), que logo foi apelidada de “Mother of All Bombs” (Mãe de Todas as Bombas). Ela tinha o poder de gerar explosões equivalentes a 11 toneladas de dinamite. Em resposta, a Rússia criou a FOAB (Pai de Todas as Bombas).

A FOAB era quatro vezes mais poderosa do que a MOAB, causando explosões equivalentes a 44 toneladas de TNT. Segundo alguns pesquisadores militares norte-americanos, as imagens mostradas pela Rússia foram melhoradas para causar mais impacto. Independente disso, por ser a maior explosão gerada por uma arma não nuclear, a FOAB está nessa lista.

4. Bomba Tsar

Uma bomba que poderia acabar com a humanidade. Assim poderia ser descrita a bomba de Hidrogênio, uma das armas mais poderosas já desenvolvidas pelo homem. Em 1961, os soviéticos decidiram testar quais seriam os efeitos do armamento em explosões reais. O local da explosão foi uma ilha do oceano Ártico.

Originalmente, a bomba teria o poder de explosão para 100 megatons (100 milhões de toneladas de dinamite), mas pare reduzir a destruição nos testes, modificaram a bomba para apenas 57 megatons. Sendo a maior explosão já causada pelo homem, teve 3,5 km de raio de explosão, destruindo tudo em um raio de 35 km.

3. Big Bang

Como o ListVerse afirmou, o Big Bang pode não ser considerado exatamente uma explosão. Em vez de a matéria se mover sobre o espaço de um ponto com maior pressão para locais de menor pressão, o Big Bang expandiu-se sobre si mesmo em velocidades absurdamente rápidas.

As 5 maiores explosões de todos os tempos

Apesar de não mostrar exatamente como tudo foi criado, o Big Bang é a explicação mais aceita para a expansão do universo. E se considerarmos que o universo ainda está em expansão, podemos dizer que o Big Bang ainda está acontecendo. Isso faz com que ele esteja na nossa lista também.

2. O asteroide que extinguiu os dinossauros

Famoso por acabar com a vida dos dinossauros de todo o planeta, o asteroide que atingiu a Terra cerca de 65 milhões de anos atrás não causou apenas a destruição com o impacto, mas também com todas as consequências causadas por ele (levantamento de poeira, tapamento do sol e resfriamento global, acabando com as chances de sobrevivência).

As 5 maiores explosões de todos os tempos (Fonte da imagem: Reprodução/ListVerse)

Cientistas especulam que a força de impacto do asteroide que extinguiu a grande maioria dos seres vivos do período cretáceo tinha a potência de aproximadamente 1,7 milhões de bombas Tsar. Isso representa 96 bilhões de toneladas de TNT. Uma explosão e tanto, não é?

1. Ataque nuclear ao Japão na Segunda Guerra

As bombas nucleares utilizadas pelos Estados Unidos, durante a Segunda Guerra Mundial, não são exatamente as maiores em termos de explosão, mas entram em nossa lista por serem as mais cruéis já utilizadas pelo homem. No total, estima-se que 140 mil pessoas foram mortas em Hiroshima e 80 mil em Nagasaki – a grande maioria deles era civil.

Em termos explosivos, as duas bombas apresentaram bem menos carga do que a Tsar por exemplo. A Little Boy lançada em Hiroshima possuía 15 quilotons e a Fat Man de Nagasaki 25 quilotons. O problema maior delas era o material da carga: urânio e plutônio, material radioativo que causou ainda mais mortes. Este foi o único ataque nuclear já realizado até hoje no planeta.



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!