Depois de serem expulsos de outras redes sociais e aplicativos de mensagens como Facebook, WhatsApp e Telegram, o Estado Islâmico resolveu desenvolver o seu próprio programa de mensagens para manter seus integrantes em contato. Quem fez a descoberta foi o Ghost Security Group (GhostSec), organização que monitora e combate ações terroristas na internet.

Alwari, como o app foi batizado, estaria sendo usado por membros do grupo extremista para se comunicar e coordenar ações conjuntas. O GhostSec alega ter descoberto comunicações criptografadas, embora com níveis de segurança muito mais rudimentares do que outros programas do gênero. Os radicais religiosos estavam encontrando dificuldades em usar aplicativos mais populares por conta da caçada virtual feita a eles por grupos como o Anonymous.

Apesar de a segurança do novo app ser inferior à de outros mensageiros, os membros do Estado Islâmico estariam mais confortáveis ao utilizá-lo por saberem que outros usuários do Alwari não vão denunciá-los, uma vez que todos são membros do grupo extremista. Obviamente, o programa não está disponível na Play Store, sendo encontrado apenas em recantos obscuros da internet.

O que você acha que pode ser feito na internet para conter as atividades terroristas de grupos como o Estado Islâmico? Comente no Fórum do TecMundo