Um dos principais recursos do Windows Phone — e do futuro Windows 10 —, a assistente de voz Cortana tem como seu principal problema o fato de ainda não estar totalmente adaptada a todos os mercados nos quais a Microsoft opera. Felizmente, a empresa está ciente dessa limitação e trabalhando de forma ativa para preencher essa lacuna no software.

Pudemos ter mais uma prova disso durante a apresentação Build Tour, ocorrida esta semana na cidade de São Paulo, que foi acompanhada de perto pela equipe do TecMundo. Segundo a empresa, os consumidores brasileiros vão conseguir falar com o programa usando somente o português local a partir de 2016.

Ainda de acordo com a companhia, o desenvolvimento do Cortana envolve diversas etapas bastante complexas. Isso incluiu desde a parte de reconhecimento de fala — com diferenças de sotaques, idades e pronúncias — até a conversão de textos em falas.

Para conseguir uma adaptação que funcionasse, a Microsoft precisou fazer um estudo completo que envolve a “desconstrução” da língua em termos de fonemas, que devem ser combinados de forma que eles não soem artificiais ou robóticos. Mesmo com o desafio que tudo isso representa, a empresa garante estar desenvolvendo uma versão em português do assistente e que vai agir de forma agressiva para expandir o número de línguas do sistema em 2016.