Passamos dos disquetes para os CDs, para os DVDs, os pendrives e, depois, para HDs externos. Antes, com 5 GB, já carregávamos nossos documentos mais importantes e ainda sobrava espaço. Com o passar do tempo, chegaram HDs com muito espaço, SSDs de alta velocidade e dispositivos para transportar arquivos gigantes de uma vez.

Agora, cada vez mais entramos na onda do armazenamento em nuvem, com direito a backup instantâneo de informações e facilidades diversas que deixam nossa vida mais rápida e conectada. A verdade é que não são poucas empresas que estão abraçando essa novidade, sendo que temos muitas opções boas gratuitas ou não para salvar nossos documentos online.

Se você colocar na ponta do lápis, deve existir facilmente pelo menos uns 20 bons serviços que fazem essa ponte entre o armazenamento no seu aparelho e a nuvem. Só que nem todos têm os mesmos recursos, sendo que alguns são focados em um ou outro tipo de consumidor.

Pensando nisso, resolvemos comparar alguns dos serviços que julgamos serem os melhores e mais populares. Os escolhidos foram: ADrive, Amazon Cloud Drive, Box, Dropbox, Google Drive, iCloud, OneDrive e SpiderOak. Vamos ver as vantagens e desvantagens de cada um para tentar descobrir qual tem mais a oferecer a você que busca um serviço de armazenamento online gratuito de qualidade.

ADrive

O ADrive é pouco conhecido, mas chegou a ganhar destaque nos últimos anos quando ofereceu alto espaço de armazenamento sem custo. Entretanto, agora ele só permite planos por assinatura.

Com o Adrive, dá para transferir arquivos via FTP, usar um app desktop e o recurso de colaboração online, além de recuperação de versões antigas de arquivos guardados via histórico. Não se assuste pela ausência de gratuidade: a quantidade de opções dos planos pagos também são interessantes.

Amazon Cloud Drive

A Amazon ainda é relativamente nova no ramo de backup online, mas a empresa tem um serviço de qualidade. O plano gratuito do Amazon Cloud Drive não existe mais, a não ser em versão Trial.

A grande vantagem é que o plano inicial já permite armazenamento ilimitado para fotos (e 5 GB para outros arquivos). Aliás, o pagamento anual do que classificamos como Intermediário já é bem atrativo para quem precisa de espaço.

Box

O Box é um dos serviços mais confiáveis do mundo, sendo uma opção bem equilibrada em termos de espaço e segurança. Novamente, assim como alguns concorrentes, a desvantagem é a incompatibilidade com o sistema Linux, além de ter os menus apenas em inglês (o único gratuito com esse defeito). Na versão gratuita, você pode guardar arquivos individuais de no máximo 250 MB, mas possui 10 GB para isso.

O plano pago mais em conta também não é um absurdo de caro, mas o espaço disponível é de apenas 100 GB sem opção para pagamento anual.

Dropbox

Um dos mais famosos serviços de armazenamento em nuvem é também um dos mais robustos. O Dropbox tem pouco espaço para armazenamento no plano gratuito, mas o usuário pode ampliar essa capacidade. A ideia da companhia é incentivar as pessoas a compartilhar o serviço (a cada convite enviado, você ganha mais espaço, por exemplo).

O Dropbox é compatível com muitos sistemas e facilita o trabalho em equipe. As únicas desvantagens mesmo são a falta de ferramentas para edição direta dos documentos (apesar de o programa sincronizar quaisquer arquivos editados) e a impossibilidade de usar um app oficial no Windows Phone. Os preços dos planos pagos não são absurdos, mas há concorrentes melhores nesse sentido.

Google Drive

O produto da Google vem instalado em quase todos os Androids e Chromebooks, sendo uma opção fácil para quem já usa outros serviços da companhia. O Google Drive tem um espaço de armazenamento considerável, sincroniza fotos automaticamente, tem funções rápidas para compartilhar arquivos e uma ferramenta para edição de documentos (textos, planilhas e apresentações) bem completa e intuitiva.

Quem fica na desvantagem são os usuários do Windows Phone e Linux, mas os demais sistemas são atendidos. O sistema de segurança da Google é muito bom e o custo-benefício dos planos pagos são bem consideráveis, sendo o serviço mais recomendado para quem precisa de 100 MB, 1 TB ou mais de armazenamento na nuvem.

iCloud

O serviço da Apple é exclusivo para os usuários de produtos da Maçã (pois é, não é possível usá-lo sem linkar a conta com um dispositivo com o iOS ou o Mac OS X) — via web, pelo PC, dá apenas para visualizar o que está armazenado na nuvem. Todavia, os adeptos do iPhone e do iPad podem se beneficiar completamente das tantas facilidades do iCloud.

O produto da Apple salva quase todas as suas informações na nuvem. Sejam os contatos, a agenda, o calendário, as fotografias ou quaisquer outros documentos, tudo está devidamente seguro nos servidores da Maçã. O problema é que todas essas informações consomem um bocado de espaço e você acaba tendo que pagar por mais se quiser guardar muitos arquivos.

OneDrive

O Microsoft OneDrive é um dos produtos mais completos e compensadores para quem busca uma solução gratuita. Você consegue uma boa quantidade gratuita de GBs para guardar documentos, tem a opção de sincronizar fotos, pode compartilhar arquivos diversos e editar tudo com o Microsoft Office em sua versão online, que é robusta, porém um excelente quebra-galho. Ele ainda vem no Windows 10 com uma pasta própria para que você salve documentos muito mais facilmente.

A segurança do OneDrive é reforçada, sendo que a única desvantagem é a incompatibilidade com o sistema Linux. Os preços dos planos pagos não são os melhores, mas é uma opção a ser considerada por quem também se interessa pela assinatura do pacote Office 365. Para ver mais detalhes do Office 365, confira este Superespecial do TecMundo.

SpiderOak

Para finalizar, temos um serviço que não é tão conhecido por aqui, mas que se destaca pelo alto nível de segurança e privacidade. Com o sistema “zero knowledge” (conhecimento zero), a SpiderOak garante que nenhum dos seus arquivos seja acessado de forma alguma por terceiros.

Ele eliminou o plano gratuito e estabeleceu poucas e não muito vantajosas opções de planos pagos, então escolha ele apenas em caso de realmente priorizar a privacidade dos seus dados. Além disso, este serviço é incompatível com Windows Phone.

Qual devo escolher?

Como você pode perceber, há muitos serviços de armazenamento em nuvem de boa qualidade e com muitos recursos úteis. Escolher um não é fácil, já que cada opção conta com uma especialidade. Entre os gratuitos, as opções são várias e de qualidade, com OneDrive, Google Drive e Dropbox apresentando ótimas qualidades e poucos defeitos realmente graves para o grande público. Ressaltamos ainda que alguns são voltados a determinados tipos de usuários (como o iCloud, que traz ótimos benefícios para os usuários da plataforma da Apple).

Escolher um não é fácil, já que cada opção conta com uma especialidade.De 2014 para cá, vários serviços cheios de vantagem, ótima interface e segurança garantida desabilitaram planos gratuitos e passaram a oferecer apenas assinaturas pagas. É o caso do Adrive, do Amazon Cloud Drive e do SpikerOak One. Essa é uma forma inteligente de não competir com Dropbox, Google Drive e OneDrive: o mercado é outro, para quem exige mais espaço de armazenamento e quer uma plataforma especializada e totalmente dedicada a isso.

O Dropbox é possivelmente o serviço gratuito mais equilibrado. Considerando todas as ações simples que você pode realizar para aumentar seu espaço (e ainda obter mais GBs ao convidar amigos a se cadastrarem no serviço), a compatibilidade com quase todos os tipos de sistemas operacionais móveis e desktop e o recurso de sincronização de fotografias em smartphones, este pode ser o serviço mais indicado para quem quer praticidade.

O OneDrive é o “serviço da galera”. Tirando a incompatibilidade com o Linux, o produto da Microsoft é ideal para quase todo mundo — sendo compatível até mesmo com o Xbox. A principal vantagem, contudo, é a integração com o Office para quem tem o pacote para Windows ou utiliza a versão Web dos editores de conteúdo. Isso facilita muito a vida de quem trabalha com edição de documentos. Enviando alguns convites para seus amigos, você consegue expandir o espaço.

O Google Drive é um dos mais utilizados, sendo que ele já vem instalado nos Androids e nos Chromebooks. Ele também serve para edição de documentos online e upload automático de fotos capturadas nos celulares — a compatibilidade direta com os apps da empresa, como o Gmail, é bem-vinda para quem usa bastante os serviços. O problema é a incompatibilidade com Linux e WP. Vale lembrar que o serviço da Google é o mais compensador quando colocamos o dinheiro em jogo.

Tirando esses serviços, os demais são bem medianos, mas podem ter suas vantagens (e fica a seu critério eleger um favorito). De qualquer forma, você pode fazer uma conta em cada um, mesmo que Trial nos serviços que não sejam de graça, e ter muito mais espaço para guardar seus arquivos até escolher o definitivo. O único problema? Ter que se lembrar de onde que você guardou aquelas fotos da festa que ficaram ótimas...

%MCEPASTEBIN%