O que é RAR?

Lançado em 1995, o Roshal ARchive é um dos formatos mais utilizados na compactação de arquivos.
  • Visualizações107.196 visualizações
Por Ráisa Guerra em 29 de Maio de 2012

O que é RAR? (Fonte da imagem: Reprodução/Thinkstock)
Se você possui um computador, é muito provável que, em algum momento, você utilizou meios virtuais — como email, MSN, Skype, pendrive, nuvem etc. —, para enviar e receber arquivos pessoais ou profissionais.

Esse tipo de processo tornou-se cada vez mais comum no decorrer dos anos, especialmente pelo crescimento da internet. No entanto, mesmo com os recursos de envio e recebimento existentes, alguns tipos de documentos ainda podem ser muito grandes, atrapalhando todo o processo. E é neste momento que o RAR pode ajudar você.

O formato de arquivo RAR possui a função específica de comprimir arquivos. Assim, os documentos compactados ficam consequentemente menores, aperfeiçoando o processo de compartilhamento e fazendo com que qualquer arquivo ocupe menos espaço em seu computador, por exemplo.

Como funciona?

Para entender o funcionamento de um arquivo RAR, imagine-o como se fosse uma carta. Ela não deixará de ser uma carta caso seja amassada ou dobrada, portanto, ela pode ter seu tamanho reduzido sem perder conteúdo. Da mesma forma acontece com um arquivo RAR: ele apenas ocupará menos espaço, porém assim que for descompactado (desamassado) voltará a ser o mesmo arquivo.

O que é RAR? (Fonte da imagem: Reprodução/Thinkstock)
Indo para uma abordagem um pouco mais técnica, o processo de compressão dos arquivos em formato RAR agrupa apenas uma vez os dados que seriam repetidos. Assim, os elementos semelhantes são agrupados e há o registro da disposição original de cada um deles para que, depois que o arquivo for descompactado, eles “retornem” à posição inicial.

Voltando aos primórdios

O desenvolvedor deste tipo de compressão foi Eugene Roshal, cujo nome é a origem de “RAR” — que significa Roshal ARchive.

O que é RAR? (Fonte da imagem: Reprodução/Thinkstock)

Nos primórdios da informática, 1 MB era muita coisa e os primeiros discos rígidos possuíam uma capacidade limitada de armazenamento de dados. O formato RAR permitiu um melhor aproveitamento de espaço neste período, resultando em sua grande popularidade.

E onde entra o WinRAR nessa história?

Para compactar e descompactar arquivos, é necessário ter em seu computador um programa que realize esta tarefa. O aplicativo mais popular nesta categoria é o WinRAR, lançado em 1995 (além do RAR, este software ainda tem compatibilidade com diversos outros formatos).

O destaque do programa está na rapidez em realizar os processos de compactar e descompactar arquivos. Ele também ocupa pouco espaço no computador e oferece um extenso pacote de idiomas, incluindo o português do Brasil.

RAR versus ZIP

Se você já ouviu falar em RAR, provavelmente também ouviu sobre o ZIP: um formato de compactação semelhante ao Roshal ARchive, mas com outro algoritmo de compressão. Assim, ele consegue compactar de 8% a 15% a menos que o RAR, o que torna o ZIP menos eficiente.

Além disso, se os arquivos em RAR suportam mais de 8 GB, aproximadamente, os arquivos ZIP possuem a capacidade de 2 GB e utilizam como software de compactação e descompactação o WinZIP — principal concorrente do WinRAR.



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!