Facebook: como visualizar e apagar o histórico de busca

Nova funcionalidade da rede social permitirá consultas e edições no histórico de pesquisas realizadas no Facebook.
  • Visualizações60.517 visualizações
Por Felipe Arruda em 24 de Setembro de 2012

Facebook: como visualizar e apagar o histórico de busca

(Fonte da imagem: Reprodução/Facebook)

Privacidade sempre foi um assunto importante da internet, e o Facebook, como maior rede social do momento, não pode negligenciar esse assunto. Por isso, recentemente, a criação de Mark Zuckerberg empregou melhorias no sistema de Registro de Atividades e uma delas diz respeito às buscas que as pessoas fazem dentro do site.

Facebook: como visualizar e apagar o histórico de buscaRegistro de Atividades mantém, agora, histórico de buscas (Fonte da imagem: Divulgação/Facebook)

Em breve, todos os perfis terão acesso ao histórico de buscas realizadas no Facebook, isto é, sempre que você procurar alguém ou por um termo, essa pesquisa ficará gravada na opção “Registro de Atividades”, que pode ser acessada na página inicial de seu perfil.

Apesar de essa ser uma informação sigilosa e que só pode ser visualizada pelo dono do perfil, pode acontecer de o proprietário querer limpar essa lista. Afinal, se alguém tiver acesso à sua senha, pode saber que você tem stalkeado essa ou aquela pessoa e, também, procurado a fan page do Restart durante as madrugadas de segunda-feira.

Facebook: como visualizar e apagar o histórico de buscaAcesse o log de pesquisas por meio do botão Registro de Atividades (Fonte da imagem: Divulgação/Facebook)

Sendo assim, ao visualizar o registro de atividades, você também poderá apagar as entradas que desejar ocultar. O histórico é apresentado em ordem cronológica inversa, ou seja, as buscas mais recentes aparecem no topo da lista.

Por enquanto, a funcionalidade ainda não foi disponibilizada para todos, mas é provável que, nas próximas semanas, você também tenha acesso a ela.

Fonte: Facebook Newsroom



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!