A HP está tentando acompanhar a concorrência no mercado de notebooks no que diz respeito a design. Depois de Microsoft, Apple e Dell mostrarem aparelhos com aparência e funcionalidades incríveis, a empresa resolveu levar para a CES 2016 as suas respostas aos concorrentes. O produto mais notável da HP na feira foi o EliteBook Folio, um computador superfino e leve pensado para uso corporativo, mas com design de matar.

Ele não é exatamente um híbrido ou conversível, mas sua tela desce até 180°, ficando paralela à parte do teclado na mesa. Há ainda a possibilidade de comprar esse modelo com um display 4K que, por padrão, mede 12,5’’ e consegue alcançar 352 ppi de densidade. O que é mais interessante ainda é a representação de cores, que chega a 95% do espectro RGB da Adobe, contra 72% da maioria dos concorrentes.

O aparelho tem apenas 12,4 mm de espessura em sua parte mais grossa e pesa um pouco menos de 1 kg, o que é um grande feito para um computador desse tamanho e com chassi feito em alumínio. Essa é basicamente a máquina da HP para bater de frente com o MacBook de 12’’.

Em contraponto a todos esses lados positivos, o EliteBook Folio só pode ser comprado com processadores Intel Core M, chips de baixo consumo de energia, compactos e, consequentemente, de baixo desempenho. Dessa maneira, quem comprar a versão do Folio com tela 4K poderá enfrentar algumas dificuldades de desempenho no Windows 10.

O aparelho deve chegar ao mercado internacional em breve e custará US$ 999 nos EUA na sua configuração mais básica, sem tela sensível ao toque e com resolução Full HD. Há configurações com 128 GB ou 512 GB de SSD, ambas acompanhadas de 8 GB de RAM. No que diz respeito a portas, ele tem somente duas entradas USB-C e um plug para fone de ouvido. A bateria deve durar até 10 horas no modelo com tela 1080p.

Conversíveis

A HP também mostrou dois outros modelos que podem chamar mais atenção do público pela sua versatilidade. Estamos falando do Spectre x360 e do Pavilion x2. Esse primeiro é um conversível com design bastante premium e duas opções de tamanho, 13,3’’ e 15,6’’. Esse maior pode ser comprado com uma tela 4K e módulo gráfico Intel Iris. Ambos podem ser configurados com até 16 GB de RAM.

Esses aparelhos possuem telas sensíveis ao toque e conseguem reproduzir até 103% do espectro RGB, ideal para designers e editores de vídeo. A bateria deve durar até 9h30 no modelo 4K e até 13 horas no modelo com tela Full HD.

Já o Pavilion x2 é um modelo mais básico, um híbrido de tablet com notebook, com teclado destacável magneticamente. O modelo deste ano conta com uma tela de 12,1’’. Há várias opções de configurações internas, e ele deve custar US$ 500 nos EUA a partir de 7 de fevereiro.

O que você achou da nova linha de notebooks da HP apresentada na CES 2016? Comente no Fórum do TecMundo