Para quem achava que os carros autônomos, aqueles que “se dirigem sozinhos”, eram apenas uma aposta de longo prazo de algumas grandes empresas de tecnologia, o presidente dos EUA, Barack Obama, anunciou seu governo gastará até US$ 4 bilhões (R$ 16,2 bilhões) em 10 anos para promover a padronização e o desenvolvimento desses carros com foco em segurança.

“Nós estamos no início de uma nova era da tecnologia automotiva com enorme potencial para salvar vidas, reduzir emissão de gases na atmosfera e transformar a mobilidade para o povo norte-americano”, disse o secretário do departamento nacional de transportes dos EUA, Anthony Foxx em pronunciamento oficial sobre o assunto.

Nós estamos no início de uma nova era da tecnologia automotiva com enorme potencial para salvar vidas

O envolvimento do governo dos EUA no desenvolvimento de carros autônomos em um momento tão inicial da tecnologia quanto o que vemos hoje é crucial para a criação de um padrão. Ademais, há a possibilidade de criar estradas e ruas adaptadas para veículos autônomos, o que tornaria o trânsito mais seguro para os usuários.

Empresas como Tesla, Google e Uber já estão trabalhando em tecnologias para criar carros que não precisam de motoristas, sendo que a Google já possui protótipos muito funcionais. A empresa já está inclusive testando seus carros nas ruas, e nenhuma ocorrência grave foi registrada até a liberação do último relatório da companhia em 2015.

Será que, com o envolvimento governamental, os carros autônomos finalmente vão se tornar uma realidade comercial? Comente no Fórum do TecMundo