Embora Bill Gates pareça tranquilo em apresentações públicas e não compartilhe da má fama que cercava os comportamentos de Steve Jobs, o ex-CEO da Microsoft revelou que também pode agir de forma bastante controladora. Em uma entrevista concedida à BBC 4, ele afirmou que, no início da companhia, chegou a decorar os números da placas dos carros de todos os seus funcionários.

Segundo Gates, isso permitia a ele saber exatamente o momento que cada pessoa entrava e saia de seu local de trabalho. “Eu tinha que ser um tanto cuidadoso para não tentar forçar a eles os meus padrões sobre o quão duramente eles precisavam trabalhar”, revelou um dos principais responsáveis pelo Windows.

“Você sabe, eu sabia todas as placas de carros para poder olhar para o estacionamento e ver quando as pessoas chegavam e quando elas partiam”, explicou. “Eventualmente eu tive que relaxar um pouco conforme a companhia atingiu um tamanho razoável”, complementou Gates.

Obviamente, o comportamento “bizarro” de Gates só era possível graças ao tamanho diminuto da Microsoft em seu início — a companhia foi inaugurada tendo somente 11 funcionários. Desde que ela se tornou uma gigante dos softwares, aparentemente ele conseguiu mudar seus hábitos e redirecionou suas energias para atividades mais saudáveis — ou assim esperamos.

Você tem um chefe controlador? Conte suas histórias no Fórum do TecMundo