Já pensou poder manter seu celular ou relógio inteligente carregado “para sempre” a partir de caminhadas ou movimentos de pulso? Pois pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) desenvolveram uma bateria capaz de ser recarregada a partir do movimento do corpo de uma pessoa. A tecnologia, semelhante à usada em baterias de íon-lítio, é constituída por materiais flexíveis, o que permite a aplicação da solução junto de gadgets vestíveis.

Conforme explicam os cientistas, as células forjadas convertem energia mecânica em eletricidade a partir de um dispositivo acoplado à perna ou braço do usuário. Sempre que há movimento, a dobragem forçada de duas folhas de lítio acontece. A geração de energia, assim, se dá através da interação entre ambas as superfícies, que são separadas por uma camada de polímero embebido em eletrólito líquido.

Métodos que convertem movimento em energia elétrica já existem, é verdade. O diferencial da tecnologia desenvolvida pelo MIT, contudo, é o fato de que uma corrente de longa duração e potente suficiente para carregar gadgets variados é gerada. “Este trabalho é muito interessante e significante no sentido de que ele provê uma nova abordagem na conversão de energia mecânica por meio de uma via eletroquímica e através de uma estrutura e design simples”, diz Wu Wenzhuo, professor assistente de engenharia industrial da Universidade de Purdue, nos EUA.

Apesar de se mostrar estável e de ser capaz de fornecer energia para carregar celulares, tablets e relógios inteligentes, a tecnologia ainda deve passar por processos complexos (e demorados) de avaliação até que possa se tornar comercial. Detalhes quanto ao estudo promovido pelo MIT podem ser conferidos aqui, em inglês.

...

Quantas vezes você tem de carregar seu celular ou tablet durante dois dias de uso intenso? Comente no Fórum do TecMundo