Vendo os enormes aviões comerciais de hoje e suas pinturas incrivelmente complicadas, muitos podem pensar que isso é resultado apenas de uma máquina precisa de pintura ou outro método completamente mecanizado. Mas saiba que você está bastante enganado: todo o processo ainda confia na habilidade manual de pessoas, e os vídeos desta matéria vêm para mostrar exatamente isso.

Nos registros, feitos pela companhia aérea Southwest Airlines, é possível ver o quão trabalhosa é a tarefa de pintar um Boeing 737, um dos maiores aviões comerciais do mundo. Tudo começa com uma limpeza cuidadosa da superfície – afinal, você quer garantir que não haja sujeira nenhuma para estragar a pintura ou danificar a aerodinâmica.

O resto do processo, de fato, é praticamente o mesmo feito em carros, navios e estruturas que pedem uma pintura complexa; com a diferença de que eles precisam de um pequeno guindaste para que os funcionários possam pintar toda a estrutura, é claro. Basicamente, cada cor é adicionada em camadas, com a ajuda de poderosos aerógrafos que aplicam a tinta de maneira homogênea.

E como fazer os desenhos mais complicados, como letras e símbolos, com tanta precisão e sem borrar a pintura? Simples: com muita fita adesiva para demarcar todas as formas e cobrir onde não deve ser colorido. Pois é, como falamos antes, o método é bem menos mágico do que muita gente imagina.

Obviamente, pintar veículos tão grandes não é nada fácil. Como dito na descrição do vídeo acima, o processo chega a levar dez dias – ou até mais, caso seja algo especialmente complicado. E isso acaba por tornar todo o trabalho muito mais impressionante, convenhamos.

Os mais incríveis aviões comerciais do mercado Comente no Fórum do TecMundo