Depois de fazer muito sucesso no mundo todo com a linha Republic of Gamers, a ASUS dá um passo à frente com uma nova série de componentes dedicados aos jogadores mais exigentes.

Recentemente, nós comentamos aqui no TecMundo sobre alguns dos periféricos que fazem parte da família de produtos STRIX. O nome você possivelmente já conhece das placas de vídeo que vêm mostrando desempenho extraordinário.

Bom, nós já falamos sobre algumas das qualidades que marcam os novos produtos, mas, hoje, vamos entrar em detalhes sobre o ASUS Strix 7.1. Trata-se de um headset com sete canais reais (ou seja, ele usa um sistema com alto-falantes de verdade) que vem com um painel dedicado para fazer vários ajustes.

O design do Strix também chama atenção, e ele ainda vem com vários perfis para você ficar preparado para os principais tipos de jogos. Sem precisar pesquisar muito, dá para saber que este é um dos fones mais insanos que temos atualmente. Vamos ver os detalhes dessa belezinha.

Design gamer de alta qualidade

A ASUS fez questão de investir no visual da linha Strix, garantindo um charme a mais para se diferenciar da concorrência. Deu muito certo, tanto que o headset da linha chama atenção até mesmo de quem não é gamer.

O design deste modelo é um dos grandes diferenciais, tanto pela escolha dos materiais quanto pela composição, que oferece conforto e muita elegância. Por fora, os olhos da coruja brilham no escuro e se destacam mesmo na luz diurna.

Na parte interna, o visual ganha destaque graças aos componentes de alta qualidade. A headband adapta facilmente o componente à cabeça, e os revestimentos em couro deixam o produto mais confortável.

Quando a gente coloca o fone, percebe na hora que o sistema de cancelamento de ruídos funciona muito bem. Entretanto, é bom constatar que o Strix 7.1 aperta a cabeça de verdade e não temos muito o que melhorar nesse quesito, porque ele se ajusta sozinho.

Transmissão de áudio e alimentação

A transmissão do som é feita via HDMI, entretanto, em vez de conectar o dispositivo direto no PC (algo que só seria possível numa placa de vídeo), o jogador deve usar o painel próprio do headset que traz várias regulagens.

É importante constatar que o jogador até tem a opção de usar cabos comuns para transmitir o áudio do PC para os alto-falantes, mas é preciso arranjar os cabos, já que a ASUS apenas envia um adaptador com os conectores junto com o produto. Certamente, é uma opção a ser considerada por gamers que usam placas de som de alta qualidade.

A alimentação do Strix 7.1 é feita por dois conectores USB, sendo que você é obrigado a conectar o cabo no painel, já que o fone usa apenas conexão HDMI.

Painel completo e microfone

O sistema de som é simplesmente matador, ainda mais por ter opões rápidas para jogos de FPS, aventura, RPG e corrida. É bem fácil regular cada canal e deixar os games ainda mais legais. Para alternar entre estéreo e 7.1, o jogador só precisa pressionar um botão.

No painel do headset, há opções para mudar a luz da coruja (modo estático ou de respiro) e ajustar o microfone. O microfone é bom e capta muito bem o áudio para partidas online e até mesmo para transmissões via Twitch ou Skype.

O único problema do microfone é que ele não vem embutido. Ele é até fácil para transportar, mas não é tão bom na hora da jogatina. Certamente, nesse ponto, nós acreditamos que a ASUS poderia ter mantido o padrão de outras marcas, com microfone instalado na lateral e ajuste de altura.

Sete canais reais

O ASUS Strix 7.1 trabalha com sistema de sete canais reais, ou seja, ele tem múltiplos alto-falantes de verdade pra dar uma experiência muito realista. São cinco alto-falantes em cada concha: frontal, central, lateral, traseiro e subwoofer. Dessa forma, este headset consegue imitar com perfeição a experiência de hometheaters que trazem sete alto-falantes.

A experiência com o sistema de 7.1 canais é ótima, ainda mais com os perfis prontos, uma pena que tem poucos games com essa tecnologia. Nós experimentamos o produto com jogos como Star Wars Battlefront e Metro Last Light Redux.

Tirando alguns poucos cenários (e levando em conta que os próprios jogos talvez não sejam tão otimizados para sete canais), o headset da ASUS faz um ótimo trabalho. O jogador é levado para dentro do jogo, sentindo muito bem a diferença entre todos os canais. Nos jogos com 5.1, dois canais ficam desligados, mas o som ainda fica show.

Vale a pena?

O ASUS Strix 7.1 é um dos headsets mais recomendados para quem joga de verdade. Nós gostamos muito dos resultados do componente nos tantos jogos que experimentamos. O sistema de sete canais é simplesmente insano, passando uma experiência impressionante e rica em detalhes.

A equalização do produto é adequada, entregando equilíbrio adequado de graves, agudos e médios. O único problema talvez mesmo seja a questão do desconforto pela pressão excessiva que o headset faz nas orelhas, mas em alguns dias dá para se adaptar e aproveitar os jogos sem perceber que o produto está ali.

Algumas limitações, como a questão da conexão HDMI e a ausência dos cabos de áudio junto ao headset, devem ser mencionadas, já que muitos jogadores acabam optando por usar suas placas de som que contam com amplificadores mais robustos.

Bom, tirando alguns pequenos detalhes, podemos dizer o Strix 7.1 é um verdadeiro monstro. O único inconveniente é que ele só serve para quem tem muito dinheiro. Ele chega aqui custando R$ 1,4 mil (no boleto), que é quase o dobro de muito fone de ouvido gamer. Vale a pena se você precisa mesmo de sete canais reais e quer arrasar com um modelo perfeito.

Você acha que vale a pena investir em um headset de 7.1 canais reais? Comente no Fórum do TecMundo