O "pôr dos sóis" de Tatooine pode ser realidade para seres humanos no futuro. (Fonte da imagem: LucasFilms)

Ainda estamos longe de deixar a Terra e partir em busca de outro planeta que proporcione condições adequadas de vida para os seres humanos, mas isso não impede os cientistas de sonharem. Pesquisadores do California Institute of Technology, nos Estados Unidos, descobriram recentemente o 55 Cancri F, mais um planeta que entra para a lista dos “potencialmente habitáveis”.

A capacidade do planeta de suportar a presença de água em forma líquida é um dos pontos positivos descritos pelos astrônomos. Além disso, o ano de lá dura quase o mesmo tempo que o nosso – e o local sofre um fenômeno de aquecimento com características muito similares ao efeito estufa da Terra.

Ainda assim, existem algumas diferenças entre os planetas: distante 40 anos luz da Terra, o 55 Cancri F, localizado próximo à constelação de Câncer, faz parte de um sistema solar binário. É isso mesmo: ele possui duas estrelas que atuam como o nosso Sol. Os dois corpos celestes, de tons avermelhado e alaranjado, ficam igualmente visíveis durante toda a manhã por metade do ano.

Dos cinemas para a vida real

Um dos aspectos mais curiosos da descoberta do 55 Cancri F não é apenas a possibilidade de abrigar seres humanos, mas sua semelhança com Tatooine, um dos vários planetas existentes no universo da saga Star Wars.

Terra natal de Anakin e Luke Skywalker, o local é conhecido pelo aspecto desértico e por orbitar em torno de dois sóis – além de ser colonizável por seres humanos, claro.