Imprimir

Conheça as novas cédulas do Real!

Por Willian Fonseca
Fonte: www.tecmundo.com.br/3602-Conheca-as-novas-cedulas-do-Real-.htm

Terça-Feira 9 de Fevereiro de 2010
O Banco Central acaba de anunciar a renovação das cédulas do Real. As mudanças melhorarão a segurança e a tecnologia das notas.

O Real, criado em  1994, mostrou-se uma moeda estável e forte em nosso país e no mundo. Hoje ele é utilizado amplamente em transações de todos os tipos, o que demanda melhorias nas cédulas. Tendo em vista o aumento da segurança do nosso dinheiro, o Banco Central anunciou a renovação das cédulas brasileiras. No primeiro semestre deste ano chegam os modelos de 50 e 100 reais.

Valores, temas e cores básicas das cédulas atuais serão mantidos, o que não causará nenhuma confusão ao lidar com as novas notas. A diferença mais visível será o tamanho delas, crescente demodo proporcional ao valor da cédula.

Objetivos

O objetivo principal da renovação das cédulas do Real é dificultar a ação de falsários. A tecnologia empregada na impressão das notas utilizará o que há de mais moderno nesse sentido. O resultado é uma cédula melhor trabalhada e desenhada, com todos os detalhes já conhecidos em termos de segurança - marca d’água, registro coincidente e imagem latente – e a adição da faixa holográfica nas notas de 50 e 100 reais.

A diferenciação no tamanho também é importante para que deficientes visuais possam lidar com seu dinheiro sem a necessidade de ajuda. Embora mais caras para produzir – cerca de 28% -, as notas serão mais duráveis que as atuais, o que compensará o investimento inicial ao longo do tempo.

E as notas antigas?

Você não precisa se preocupar com o que fazer com as notas antigas durante a chegada das novas cédulas. Elas serão substituídas gradativamente, sem perder seu valor. A ideia é que a emissão das notas antigas cesse aos poucos e seu desgaste natural as retire de circulação para dar lugar às novas.

A ideia geral é causar o mínimo de impacto possível na mudança das cédulas.  Nos próximos meses perceberemos a chegadas das notas de 50 e 100 reais, o que dará uma boa impressão de como será a troca. Segundo o Banco Central, esses valores são os mais visados pelos falsificadores e merecem urgência na melhoria da segurança das cédulas.


Imprimir