Imprimir

Seleção: jogos toscos, mas divertidos

Por Fabio Eduardo Amaral
Fonte: www.tecmundo.com.br/1813-Selecao-jogos-toscos-mas-divertidos.htm

Quarta-Feira 25 de Março de 2009
Uma coletânea de jogos aparentemente bobos, mas que no fundo são legais.

“Nunca julgue um livro pela capa”, já dizia o ditado. Por mais que tentemos nos mostrar pessoas de cabeça aberta e politicamente corretas, o preconceito a algumas coisas é inevitável – daí a ideia de tirar a limpo a imagem formada a respeito de alguns jogos.

Admita: quantas vezes você já torceu o nariz para algum jogo só de ver o seu nome? Quantas vezes, ao ver um game com gráficos um pouco mais antigos, você já disse “Que grande lixo!”? Pois é, eu confesso que já fiz exatamente o mesmo. Mas como sou da opinião de que você não pode avaliar algo sem conhecimento de causa, resolvi conferir até onde eu estava certo.

Para ser bem sincero: na maior parte das vezes, eu estava. Testei cada joguinho ruim! E, quando eu digo ruim, quero realmente dizer ruim. Mas qual não foi minha surpresa ao me flagrar “perdendo” horas com alguns outros? É... odeio admitir (qualquer um odeia), mas eu estava errado. Há muitos jogos que eu achava horríveis e acabei quebrando a cara, pois são bem legais!

Aí vão algumas indicações de jogos aparentemente toscos; tire a limpo você também! Só não espere gostar de todos, afinal gosto é que nem pescoço: cada um tem o seu.



Mario Lemmings

Parei, olhei e pensei: “Putz, mais um daqueles joguinhos com o Mario”. Trata-se, no entanto, de algo bem diferente: uma mistura entre os clássicos Mario e Lemmings que, além de divertida, proporciona desafios que exigirão muito raciocínio (afinal de contas, o jogo pode ser classificado como de estratégia).

lmg

Dr. Dobbs Challenge

dobbUm cientista birutão entrou em um PC para combater os inimigos que o assolavam: os vírus de seu computador, alojados em 20 partes diferentes. Se a ideia é maluca, o jogo também é: com cinco personagens extremamente elaborados, você deverá correr contra o tempo para coletar todos os itens antes que seja tarde.

Mightier

Mightier pode ser considerado um dos títulos mais inovadores dos últimos tempos, dada a interatividade que oferece ao jogador: quem desenha as fases é você! Com algumas limitações, é claro. O objetivo é recolher os componentes de naves espalhados ao redor do mapa, mas não pense que isso será fácil.

mght


xmrXtreme Moped Racing

Um jogo de corrida em que você pilota... uma lambreta. Putz! Para ser bem sincero, eu não fazia a menor ideia de o quanto correm essas motos. Mas uma coisa é garantida: dentre os amantes de jogos que envolvem velocidade (simuladores e afins), será difícil alguém não aprovar o realismo oferecido.

Time Limit

Uma estudante colegial japonesa está atrasada para o colégio, e está disposta a qualquer coisa (bem, quase) para chegar no horário. Ai de quem se meter na sua frente! Entre corridas, esquivas, pulos espetaculares e muita violência gratuita (“Sai da frente, pô!”), Time Limit mostra que as colegiais não são apenas rostinhos bonitos.

tl


Crush

Se você tem trauma de jogos com gráficos pobres, passe longe deste jogo! Crush parece desenhado no Paint, de tão tosco. Mas se sua intenção for se desestressar através da destruição massiva de tudo o que estiver no seu caminho, este primo pobre do Godzilla é o parceiro ideal para a empreitada.

crsh


Ratz

rtzDois ratinhos vivem tranquilamente em um petroleiro, até descobrirem que todo o queijo foi sugado pelos dutos de ar! Hora de recuperá-lo. Com ação frenética no estilo scrolling horizontal, Ratz relembra velhos clássicos e promete prender o jogador na frente da tela por muito tempo.

RetroQ

rqUm jogo em que você controla um bloco e deve destruir outros blocos, ao mesmo tempo em que desvia dos disparos efetuados por eles. Estranho? Com certeza. É, a onda dos direitos humanos já chegou até os jogos... bom para nós, ruim para os pobres blocos.


Imprimir