Há algum tempo, o Tecmundo ensinou uma maneira interessante de limpar o seu computador por dentro, o que inclui a remoção do pó dos componentes e, principalmente, dos coolers.

Essas peças são campeãs em acumular poeira; isso não só compromete a sua eficiência, mas também acarreta outros problemas mais graves.

Alguns coolers já fazem barulho naturalmente quando sua taxa de rotação é muito alta. Sujos então...

A impressão é estar assistindo ao lançamento de um foguete decolando, tamanho é o escândalo provocado pelo componente.

O acúmulo de sujeira no motor das ventoinhas pode provocar muito barulho e até mesmo vibrações que, com o tempo, podem acabar danificando alguns componentes internos do computador.

Você sabia que recondicionar um cooler para que ele volte a funcionar como no dia em que saiu da fábrica é fácil e rápido? A tarefa leva pouco mais de dez minutos para ser concluída e os materiais necessários são fáceis de encontrar.

Materiais necessários

  • Coolers sujos e barulhentos;
  • Pincel;
  • Lubrificante e desengripante;
  • Álcool isopropílico;
  • Papel-toalha;
  • Ferramentas e pinça de ponta fina.

Se você não tiver uma pinça de ponta fina disponível, é possível substituí-la por um clipe de papel ou até mesmo um alfinete. O trabalho vai ser um pouco maior, mas o resultado final será o mesmo.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Desmontando o cooler

Vamos iniciar o processo removendo o excesso de poeira das pás do cooler. Para fazer isso, estendemos um pedaço de papel-toalha na mesa e, com o pincel, limpamos a peça cuidadosamente.

Depois disso, precisamos desmontar a ventoinha. O primeiro passo é remover a etiqueta que fica na parte de trás do cooler. Embaixo dela pode existir ou não uma tampa de borracha que esconde o mecanismo. Geralmente, essa parte se solta junto com a etiqueta; se isso não acontecer, é possível retirá-la facilmente.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Feito isso, precisamos soltar a trava que segura o eixo das hélices no lugar: essa peça é geralmente um anel plástico branco com uma abertura na lateral. Para soltá-lo, é preciso pressionar um dos lados e levantar o outro.

Depois de remover o anel de segurança, podemos retirar a hélice. Veja que o motor já fica completamente exposto depois desse passo.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

O motor é composto por algumas bobinas que, ao receberem energia elétrica, reagem com o ímã que fica posicionado no interior da hélice fazendo a peça girar; o princípio é basicamente o mesmo de qualquer motor elétrico.

Removendo toda a sujeira

Vamos iniciar a limpeza molhando um pedaço de papel no álcool isopropílico. Depois, limpamos delicadamente todas as peças em volta das bobinas. A parte central, onde o eixo fica preso, geralmente é o local que acumula a poeira que, em contato com o lubrificante, forma uma pasta que seca e prejudica o funcionamento do cooler.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Para finalizar, vamos limpar novamente o centro do motor, mas desta vez com o lubrificante. Basta borrifar um pouco do produto no local e, com um pedaço de papel, esfregar bem por toda a superfície.

O passo seguinte é a limpeza da hélice. Antes de iniciar o processo, vamos remover o anel de borracha que fica na base do eixo. Depois, aplicamos álcool em um pedaço de papel e limpamos o eixo e todo o interior da hélice.


(Fonte da imagem: Tecmundo)

Depois da limpeza, é preciso remontar a peça

Finalizada a limpeza, recolocamos o anel de borracha no eixo e aplicamos uma pequena gota de lubrificante no centro do motor.

Depois disso, encaixamos a hélice no local.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Em seguida, prendemos o anel que trava o eixo da hélice no lugar e, para finalizar, recolocamos a tampa de borracha e a etiqueta que cobre o compartimento.

Reformando um cooler com rolamentos

Alguns modelos de coolers são mais sofisticados e possuem um mecanismo com rolamentos. Dessa forma, o dispositivo funciona sem problemas por mais tempo. Entretanto, esse tipo de equipamento também está propenso a apresentar falhas devido ao acúmulo de sujeira.

Vamos iniciar o processo de limpeza da mesma forma que da primeira vez: removemos a etiqueta e, em seguida, a trava do eixo.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Ao remover a hélice nos deparamos com dois rolamentos em pararelo.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

O processo de limpeza é simples. Limpamos o interior da peça com um papel umedecido em álcool isopropílico e, posteriormente, com o lubrificante.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

A seguir, devemos limpar os rolamentos: para isso, posicionamos um de cada vez sobre um pedaço de papel e borrifamos uma boa quantidade de desengripante/lubrificante neles. Para completar, removemos o excesso de líquido com um papel.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Com todas as peças já limpas, recolocamos os rolamentos no local de origem, posicionamos o eixo e, para terminar, prendemos a trava metálica para fixar tudo.

Posso utilizar esse processo em outros modelos?

A grande maioria dos coolers encontrados nos gabinetes — que são os modelos mais propensos a fazer barulho — possui o mesmo sistema de funcionamento, logo, esse processo de limpeza pode ser aplicado a vários equipamentos diferentes.

O lubrificante/desengripante utilizado pode ser de qualquer marca. O importante é lembrar-se de nunca aplicar graxa ou outros produtos semelhantes para a lubrificação dos componentes.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

É importante notar que devemos utilizar papel-toalha em vez de panos para efetuar a limpeza. Isso é recomendado para evitar que "fiapos" se soltem dos tecidos e prejudiquem a execução do trabalho.

Participe do Área 42

Você gostaria de participar do Área 42? Você pode fazer isso de duas maneiras. A primeira é enviando sugestões e ideias, e a segunda é enviando fotos de projetos que você construiu com o que mostramos aqui. Lembre-se de caprichar nas fotos e enviar junto o seu nome completo, idade e cidade.

Envie um email para: area42@bxk.com.br

Participação da semana

Esta semana nós temos duas participações. A primeira é do Danilo Alves Barreto, que se interessou pelo projeto da geladeira USB e construiu a sua própria versão.

(Fonte da imagem: Danilo Alves Barreto)

A segunda participação da semana é do Patrick Terra, que gostou da nossa antena de TV construída com latinhas e aproveitou para desenvolver o seu próprio projeto.

(Fonte da imagem: Patrick Terra)

Não deixe de enviar a sua participação.