Chegou a hora de aproveitar aquele seu celular velho largado no fundo de uma gaveta e fazer algo de útil com ele. Vamos utilizar o equipamento e algumas peças que estão sobrando de outros projetos e criar um robozinho!

A construção do brinquedo é muito simples e requer pouca experiência com componentes eletrônicos. O mais importante hoje é saber como utilizar a pistola de cola quente para unir as partes do robô

Materiais necessários

  • 1 celular antigo (que possua a função vibrar);
  • 2 baterias de 3 volts (aquelas de placa-mãe);
  • 2 LEDs vermelhos de 3 milímetros;
  • 1 switch para ligar e desligar;
  • 2 clipes de papel;
  • Fios de cobre;
  • Fita isolante;
  • Cola quente.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Montagem

O primeiro passo é desmontar o nosso celular. Para fazer isso, você precisa ter as ferramentas adequadas e um pouco de habilidade. A maioria dos aparelhos mais antigos possui um design interno semelhante, portanto não deve haver dificuldades maiores.

 

Caso você não consiga desmontar o aparelho por algum motivo específico, talvez seja necessário procurar outro modelo. Caso você não tenha certeza se o aparelho possui a função de vibração, o único jeito de descobrir é ligando o equipamento. Como muitas vezes isso não é possível, desmontá-lo pode ser mais rápido e fácil.

O motorzinho geralmente fica preso neste local. (Fonte da imagem: Tecmundo)

Dentro do telefone, mais precisamente na parte inferior, encontra-se um motorzinho minúsculo: ele é semelhante aos motores elétricos encontrados nos brinquedos, só que menor. Na ponta dele, existe uma espécie de pêndulo que, ao girar o eixo principal, arrasta o peso de um lado para o outro; esse movimento é o que faz o celular vibrar.

(Fonte da imagem: Reprodução/Wikipedia)

Preparando a parte elétrica do robô

Depois de remover o motor, vamos soldar dois fios sobre os terminais elétricos. Como a peça não tem uma polaridade definida, é possível soldar os fios em qualquer posição. Na hora da solda é muito importante ter cuidado com o trabalho, pois os terminais são muito pequenos e podem se quebrar. Se isso acontecer, o motor já era, pois não é nem um pouco fácil desmontar a peça para consertar.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

O passo seguinte é preparar os LEDs (que vão ser os olhos da máquina). Vamos soldar os dois terminais positivos (hastes maiores) e os dois negativos (hastes menores) dos LEDs. Se você quiser, depois disso é possível passar um pouco de fita sobre as hastes para evitar que as peças toquem uma na outra e entrem em curto, no entanto esse passo não é obrigatório.

Depois de soldar os LEDs, vamos montar o conjunto de baterias. Devemos pegar a primeira e colar um pedaço de fio de cobre com a ponta descascada no lado positivo da peça. A segunda bateria seguirá o mesmo procedimento, mas agora o fio será preso no lado negativo.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Em seguida, posicionamos uma bateria sobre a outra de modo que os lados que tenham os fios colados fiquem para fora. Para fixar o conjunto, fita isolante e bastante pressão para deixar a peça bem firme.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Agora, vamos prender dois fios de cobre no switch. Um pouco de solda para que tudo fique seguro e pronto. Para finalizar, isolamos os contatos com cola quente; isso vai evitar problemas na hora da montagem.

Com todas as peças do circuito preparadas, precisamos unir cada uma delas. A ordem será esta: os dois LEDs e o motor serão conectados à bateria. As duas hastes positivas dos LEDs devem ser conectadas ao primeiro fio do motor. Nesse mesmo ponto, deve ser conectado o primeiro fio que está conectado ao switch. O segundo fio unido ao switch deve ser conectado ao terminal positivo da bateria.

Veja como os componentes devem ser conectados. (Fonte da imagem: Tecmundo)

Em seguida, prendemos as duas hastes negativas dos LEDs ao segundo fio do motor e tudo isso deve ser ligado ao polo negativo da bateria. Depois de soldar todos os componentes, fios e emendas, é possível isolar os terminais com cola quente ou fita isolante para evitar curtos.

Montando o corpo do robô

As pernas do nosso robô serão feitas com clipes de papel. Vamos pegar o primeiro e esticar o metal, deixando o arame completamente liso e sem dobras. Depois disso, com o alicate, dobramos o metal em forma de U. Logo em seguida, dobramos as duas pontas para baixo. A figura vai ficar parecendo com uma letra M — mas com um espaço maior no centro, que é onde o corpo do robô deverá ser preso.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

O primeiro par de pernas está quase pronto: tudo o que precisamos fazer agora são os pés da máquina. Para fazer isso, dobramos as pontas com o alicate, mas só a pontinha mesmo.

O segundo clipe deve seguir exatamente o mesmo procedimento. Cuide para manter as mesmas proporções, afinal de contas, não seria legal que o robô ficasse com as pernas diferentes umas das outras.

Depois de preparar as pernas, vamos prendê-las no corpo do pequeno robô, ou seja, as baterias. Um pouco de cola quente e as duas são presas na parte de baixo, em forma de X, uma cruzando sobre a outra.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Agora, vamos prender o switch no corpo do robozinho, Vamos aproveitar que ele tem esse formato e fixá-lo na parte de trás, como se fosse uma antena. Os LEDs devem seguir o mesmo procedimento, mas, dessa vez, ambos devem ficar presos na frente, pois serão os olhos da máquina.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

O motor é a parte final do conjunto e deve ficar preso na parte de baixo, bem no centro. Mais um pouco de cola quente e a máquina está pronta.

Veja como ficou o nosso pequeno robô, depois de alguns retoques na aparência.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Você pode inventar o seu próprio modelo

Veja que nada impede você de mudar o design do brinquedo, adicionar ou remover itens e até mesmo imitar o desenho de um inseto real, como uma barata. Tudo o que você precisa é de criatividade e disposição para inventar.

O motor que faz o celular vibrar possui o mesmo princípio que é aplicado nos controles de video game, mas, ao contrário deste, eles são maiores e garantem a vibração na hora do jogo. A maioria dos joysticks possuem dois motores, um com um pêndulo menor e um maior. Cada motor controla uma intensidade de vibração diferente.

Se você quiser, também pode adicionar rodas no robô ou até mesmo mais de um motor na sua criação.