O Project Titan, suposto nome do projeto de fabricação de carros elétricos e talvez até autônomos da Apple, sofreu uma grande perda. Segundo o The Wall Street Journal, o possível chefe encarregado do setor, Steve Zadesky não é mais funcionário da Maçã.

Zadesky estava na Apple havia 16 anos e, antes de lá, fez parte do quadro da Ford. Ele começou a trabalhar na companhia cofundada por Steve Jobs em 1999 e integrou times de desenvolvimento do iPhone e do iPad. O rumor era de que o gerente era o principal supervisor do Project Titan desde 2014.

A saída não ficou clara, mas estaria relacionada a "razões pessoais" e não a problemas com seu desempenho.  Como os procedimentos internos da Apple são mantidos em segredo, é bem possível que o motivo nem seja oficializado. O site Jalopnik conta que Zadesky foi o responsável por ampliar a quantidade de desenvolvedores no projeto. A equipe estaria passando por problemas: nenhum objetivo claro teria sido traçado, e os prazos da Apple estariam apertados demais. 

Ainda é incerto falar que a saída pode complicar o desenvolvimento do Project Titan — que nunca foi confirmado oficialmente, vale lembrar. Porém, analistas do The Wall Street Journal citam que a Apple possui fundos e ambições para contratar um substituto tão experiente e competente quanto, se essa for a necessidade. Um produto do projeto, caso ele realmente saia do papel, só chegaria ao mercado em 2019.

O que você acha de a Apple estar desenvolvendo seu próprio carro elétrico? Comente no Fórum do TecMundo