Segundo o Re/Code, a Apple vai expandir o serviço de pagamentos Pay para websites. Isso significa que os usuários não vão ficar presos aos smartphone, tablets e relógios inteligentes, podendo realizar compras em diretamente em ecommerces.

Para isso, a Apple deve obrigar o usuário a utilizar o navegador Safari. O browser seria a ponte entre aparelho iOS e sites de compras autorizados para transações com Apple Pay. Para aumentar a segurança e até não ser necessário o uso de senhas, apenas iGadgets com TouchID (leitor de impressões digitais) serão utilizados.

Assim, além de bater de frente com o PayPal, a Apple começa a forçar uma abertura de mercado para usuários com smartphones, tablets e smartwatches. Hoje, a maioria das compras online é realizada em desktops e notebooks.

A Apple ainda não comentou o assunto.

A Apple está certa em bater de frente com o PayPal? Comente no Fórum do TecMundo