Em novembro de 2015, muita gente já ficou preocupada quando surgiu na rede um método de burlar a Factory Reset Protection do Android, uma ferramenta de segurança que impede que um dispositivo roubado seja resetado e repassado "zerado" sem a necessidade de login com a conta Google original. Dois meses depois, mais uma má notícia: a técnica ficou mais fácil e atinge muitos aparelhos, não só os da Samsung.

Os novos vídeos do site RootJunky mostram o desbloqueio de dispositivos Samsung, smartphones LG (LG V10 e LG G4) e até Nexus (modelos Nexus 6P, Nexus 5X, Nexus 6 e Nexus 5). A duração deles é um pouco longa, mas eles contam com a explicação e demonstração completas do procedimento.

No caso dos smartphones da Google, o aparelho deve ser resetado, conectado a uma rede WiFi e ter um chip SIM funcional. Em seguida, ele vai até os tópicos de ajuda, digita qualquer coisa, compartilha o texto no aplicativo de mensagem para qualquer número e envia. Em seguida, vai até o discador, coloca um código para ativar o modo de testes e acessa o menu de configurações. Em seguida, é só resetar tudo e aproveitar o aparelho.

Para os da LG e da Samsung, o procedimento é um pouco mais complexo, mas pode ser igual em dispositivos com teclado padrão e outros apps da Google.

Lembramos a você que o procedimento foi desenvolvido por hackers sem a intenção de levá-lo à criminalidade, mas que isso pode acontecer. Além disso, recomendamos que não tente fazer isso em casa, já que o dispositivo pode ser inutilizado se algo der errado.