Seja ela programada ou não, fato é que a obsolescência um dia pesa sobre as costas de aparelhos que, em outro tempo, foram considerados o expoente maior de um ramo qualquer da tecnologia. Falta de suporte técnico, ausência de atualizações ou meras limitações relacionadas ao hardware dos eletrônicos são aspectos que, juntos, culminam na “aposentadoria” de TVs, carros ou aparelhos de som, por exemplo.

Mas seria a inexistência de um sensor biométrico motivo suficiente para fazer da lata de lixo o destino inexorável de um smartphone? Neste artigo, você vai conhecer uma série de aplicativos que ainda podem ser emparelhados junto das versões antigas do iOS ou Android. Seu celular velho ainda ocupa o fundo de uma gaveta esquecida? Então é hora de fazer da sua relíquia um acessório funcional outra vez!

Que tal um console retrô?

São vários os emuladores de video game listados pela Google Play – com o MyGBA – Gameboid Emulator (download), por exemplo, até mesmo celulares com o Android 2.1 podem executar os memoráveis games do ainda popular portátil da Nintendo. Mas usuários da Apple que desejam burlar as políticas da empresa e instalar alternativas podem também rodar o Game Boy em seu iPhone.

Compatível com o iOS 7, GBA4iOS não exige jailbreak (clique aqui para baixar o app). Antes de fazer o download em seu iGadget, porém, certifique-se de realizar o seguinte procedimento:

  • Abra as opções Ajuste > Geral > Data e Hora e então altere a data para pelo menos um dia anterior. Faça, então, o download do emulador e redefina as configurações do telefone para a data atual.

Player de música

Aparelhos com versões antigas do Android ou iOS podem não ser capazes de executar apps ou jogos que exigem a atuação de cartões gráficos parrudos, é verdade. Ainda assim, usuários que desejam reproduzir músicas sem comprometer o desempenho de outro celular podem conectar seu gadget a um player externo.

Para que parte de sua biblioteca de música possa ser executada sem grandes problemas pelo reprodutor, certifique-se, antes, de deletar os aplicativos e arquivos desnecessários do smartphone. Vale observar que o uso de um iPhone aposentado (como o 3GS) enquanto tocador, por exemplo, dispensa o acesso a redes WiFi e 3G – o que resulta na economia de bateria.

Outra vantagem de fazer de um celular empoeirado uma plataforma responsável apenas por reproduzir músicas é a facilidade de se ter disponível um aparelho dedicado à execução de áudio – basta configurar o app nativo de reprodução de som do iOS ou Android e tocar a festa sem que distrações devido à checagem do Facebook ocorram.

Caixa de som externa (sem fio) 

Além de funcionar como uma plataforma dedicada à reprodução de músicas, um smartphone não compatível com as mais recentes versões do Android ou iOS pode, ainda, ser usado como uma caixa de som externa. Para isso, instale os seguintes aplicativos em seu iPhone ou celular com o SO da Google:

  • iPhone: o download de WiFi2HiFi pode ser feito por meio da página do fabricante (clique aqui). Com este aplicativo, o áudio reproduzido por computadores Mac OS X pode ser tocado via wireless por qualquer celular com iOS;
  • Android: são vários os serviços que possibilitam o uso de um celular como caixa de som externa pelo SO da Google. Como sugestões listamos o SoundWire e o WiFi Audio Wireless Speaker (clique sobre os links para baixar os respectivos apps).

A instalação e a operação de ambos os apps é bastante semelhante: baixe as ferramentas em seu celular, informe ao acessório o IP do seu computador e pronto!

Mantenha sua saúde em dia

O monitoramento das suas corridas e caminhadas pode ser feito também por aparelhos antigos equipados com GPS. Quilômetros percorridos, calorias queimadas e até mesmo a frequência cardíaca média são informações que podem ser consultadas através de serviços compatíveis com versões antigas do Android e do iOS.

Para o iPhone: dispositivos com no mínimo iOS 7.1 podem rodar apps como Nike Training Club e Argus, por exemplo;

Android: Google Fit – Fitness Tracking ou Bike Route Planner (para amantes do ciclismo) são serviços que podem atender usuários que contam com aparelhos não atualizados para as mais recentes versões do Android.

GPS: navegue por mapas offline

Salvar mapas offline é outra ótima alternativa de uso de aparelhos que contam com GPS integrado. É possível salvar endereços favoritos, acoplar um celular com Android ou iOS ao para-brisa e navegar com segurança.

iOS: os serviços Sygic: GPS Navigation e Find My Phone podem ser instalados em aparelhos não atualizados da Apple (clique sobre os respectivos links para acessar o iTunes);

Android: acesse esta página e confira uma série de mapas que podem ser usados offline em seu smartphone ou tablet com software do robozinho verde.

...

Quais finalidades você atribui ao seu celular antigo? Comente no Fórum do TecMundo