Nesta semana, a Google anunciou a nova versão do seu sistema operacional para smartphones e tablets. O Android N, que ainda não tem um apelido oficial (mas que pode ser Nutella), chega com inúmeras melhorias em desempenho e algumas modificações no visual.

Como de costume, a desenvolvedora aproveitou o anúncio do sistema e das respectivas novidades para comunicar ao público que uma versão de testes já está disponível para downloads.

A Developer Preview do Android N (que é voltada para desenvolvedores testarem os novos recursos, mas que pode ser baixada por qualquer pessoa) promete dar um gostinho de tudo o que foi mostrado no evento, incluindo o esquema de múltiplas janelas e os novos recursos para incrementar a performance.

Será que ficou bom? Como de costume, nós corremos para bolar o tutorial para você, que quer instalar o software, e também já conferimos todas as novidades. O sistema é promissor, porém, como qualquer produto em desenvolvimento, pode ter alguns inconvenientes. Vamos ver de perto o novo sistema!

Visual cada vez mais coerente

As mudanças começam já na introdução do sistema, quando é solicitada a primeira configuração. Aqui, podemos notar alguns retoques no visual e na organização das informações, além de alguns ajustes nas cores. Essas pequenas alterações deixam o processo prático e rápido para você configurar seu sistema e começar a usar logo.

Após desbloquear a tela e acessar a Área de trabalho do Android, damos de cara com o sistema. A primeira grande mudança é a chegada de um novo wallpaper, mas, por ora, a Google não liberou outras imagens.

Puxando a barra de notificações, dá para ver os atalhos rápidos em uma barra pequena, onde ficam as configurações mais utilizadas. Logo abaixo, você pode conferir as principais notificações, sendo que algumas contam com interações rápidas sem que seja necessário abrir o app respectivo. Você pode, por exemplo, responder um hangout direto em uma janela suspensa.

Como antigamente, ainda dá para acessar todas as opções ao puxar a barra uma segunda vez ou simplesmente usando dois dedos na hora de fazer o gesto. O sintonizador do sistema está mais completo e permite colocar ainda mais atalhos na área de notificações.

Configurações remodeladas

Outra grande evolução do Android N foi a remodelagem nas configurações do sistema. Agora, o  sistema mostra informações rápidas sem precisar abrir cada opção. Dá para ver consumo de memória, uso de dados, brilho da tela, informação de armazenamento, nível de bateria e muito mais de forma rápida.

Nesta parte, a Google também resolveu facilitar o acesso aos diferentes locais que possuem inúmeras opções. Vamos supor que você acessou a área de bateria e quer, em seguida, verificar as configurações de rede. Em vez de ter que apertar o botão voltar e rolar a tela para encontrar tal item, basta usar o menu suspenso da lateral dentro das opções para pular rapidinho para outras áreas. Molezinha!

O joguinho embutido no sistema ainda continua o mesmo e nem foi atualizado para um novo doce, evitando que os usuários encontrem uma pista sobre o codinome do sistema.

Multi-janelas e outras novidades

Seguindo a tendência de outros sistemas, o Android agora tem esquema multi-janelas. Você pode dividir a tela em duas partes, conversar e escolher músicas, mandar email e ver novidades, tudo de forma fácil e simples.

Para usar, basta tocar um dos apps e arrastá-lo para o topo da tela. Depois, só é preciso definir o segundo app e pronto! É importante ressaltar que nem todos os programas são compatíveis e alguns podem travar nesse modo, então é preciso testar com calma. Este modo fica ainda mais interessante para tablets, já que as áreas ficam bem maiores.

Fora essas novidades, o Android ainda vem com melhorias de bateria. O Doze++ economiza bateria quando você desliga a tela, garantindo mais tempo de uso para as coisas importantes. E tem ainda um esquema de economia de dados pra bloquear funções de segundo plano e garantir que o pacote de internet dure até o fim do mês.

Quer mais? O Android N tem novidades no Projeto Svelte, que usa a memória de forma inteligente e deixa o sistema mais bacana em celulares simples (principalmente em aparelhos com menos de 1 GB de RAM). E ainda tem a chegada da API Vulkan para rodar jogos com qualidade insana no seu Android N.

Alguns bugs e um longo caminho pela frente

Bom, apesar de trazer vários recursos legais e mostrar estabilidade, o Android N em versão Developer Preview apresenta muito bugs. Em nossos testes, o joguinho embutido no sistema apresentou quedas severas de desempenho. Além disso, vários apps travaram sem qualquer explicação, mas o sistema não chegou a parar de funcionar completamente.

Se você experimentar o novo Android agora, já vai fazer parte do Programa Android Beta, para receber as últimas novidades sem precisar de novas instalações. Gostou? Bom, isso é só um gostinho do que vem por aí. Experimente o sistema e fique de olho, pois melhorias serão feitas todos os meses.