Análise: tablet HP Slate 7 [vídeo]

Colocamos o primeiro tablet da HP com Android para enfrentar nossas baterias de testes. Confira se este aparelho de baixo custo tem tudo o que você precisa.
  • Visualizações38.971 visualizações
Por Fabio Jordão em 6 de Setembro de 2013

O mercado de tablets está bem concorrido e, constantemente, novas marcas vêm apostando neste segmento para chamar a atenção do consumidor que ainda não comprou um gadget desse tipo.

A HP é uma marca que já tem longa experiência em diversos tipos de eletrônicos, mas que não teve muito sucesso quanto entrou no mundo dos tablets. Anteriormente, a fabricante tentou conseguir seu espaço com um sistema próprio: o webOS.

Devido ao insucesso, agora a marca vem com tudo para conquistar o consumidor com seu tablet equipado com Android. O HP Slate 7 é um dispositivo moderno, que segue os padrões de design da companhia, mas que vem para atender as necessidades do consumidor que não é muito exigente e que não está disposto a investir um alto valor nesse tipo de produto.

A empresa nos enviou um Slate 7 para conferirmos de perto todo o potencial que ele tem a oferecer. Nesta análise, vamos mostrar como ele se saiu nos principais benchmarks e quais as ferramentas e recursos que ele tem a oferecer para o dia a dia. Claro, antes de partirmos para a análise, vale conferir as especificações do aparelho:

Análise: tablet HP Slate 7 [vídeo] (Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Ainda antes de entrarmos em quaisquer aspectos positivos e negativos, queremos compartilhar os benchmarks do HP Slate 7:

Análise: tablet HP Slate 7 [vídeo] (Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Análise: tablet HP Slate 7 [vídeo] (Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Análise: tablet HP Slate 7 [vídeo] (Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Aprovado

Elegante e resistente

Antes de sequer visualizarmos o tablet da HP, não tínhamos dúvida de que a empresa iria nos impressionar com o visual do aparelho. Isso sempre fez parte dos produtos da marca e aqui não foi diferente.

O HP Slate 7 não é algo completamente diferente de tudo o que já vimos, mas certamente é um dispositivo que tem sua própria identidade. O design de construção mostra que a fabricante visa oferecer resistência e beleza para o consumidor que preza pelo visual.

Análise: tablet HP Slate 7 [vídeo] (Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

As curvas do Slate 7 são suaves, os alto-falantes na parte de baixo são discretos e a tampa traseira com uma textura diferenciada oferece conforto e boa pegada. Fugindo do plástico e apostando em uma tela resistente, este tablet parece ser um companheiro para longo tempo.

Android em sua forma pura

Uma das maiores decepções de diversos aparelhos Android está na interface de cada marca. É claro que parte da aceitação fica por conta do gosto do usuário, o qual pode simpatizar com uma ou outra aparência.

Todavia, para evitar desgostos e garantir um desempenho superior, a HP apostou no Android puro. O sistema está quase intacto e apenas um ou outro item é adicional da empresa. O processador de dois núcleos e a grande quantidade de memória RAM ajudam a deixar a experiência com o sistema satisfatória.

Pronto para jogos e múltiplos apps

Apesar de ser um tablet focado no baixo custo, o HP Slate 7 trabalhou bem com muitos jogos. A GPU é poderosa e foi capaz de executar perfeitamente Need for Speed Most Wanted, Rayman Jungle Run, Monsters, Inc. Run e outros.

Análise: tablet HP Slate 7 [vídeo] (Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

A execução de diversos softwares também não afetou muito o desempenho. A memória RAM do tablet é suficiente para manter vários apps funcionando simultaneamente. É claro que o aparelho tem seus limites e, de vez em quando, precisa que alguns programas sejam fechados.

Beats é a tecnologia de som!

Uma das características mais interessantes é a presença de alto-falantes de qualidade. O HP Slate 7 reproduz sons agradáveis e dá um bom reforço para fones de ouvido. É possível executar os sons no volume máximo e desfrutar de músicas com qualidade sem notar distorções. Parece que dessa vez a tecnologia Beats veio para agregar bons recursos.

Reprovado

Muita incompatibilidade

Apesar de ser um tablet que atende as necessidades mais básicas, o Slate 7 acaba deixando a desejar ao não oferecer compatibilidade com diversos apps e games. Entre tantos itens que não estão disponíveis, os que mais chamam a atenção são o Instagram e o Asphalt 8.

Análise: tablet HP Slate 7 [vídeo] (Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Talvez, nem todo mundo vai jogar esse game de corrida, contudo, o famoso app de fotografias faz muita falta e pode decepcionar o consumidor que espera poder capturar algumas imagens com filtros. Claro, é possível compensar isso com outros softwares, mas a falta do programa original é algo lamentável.

Produto abaixo da média

Entendemos perfeitamente a necessidade de reduzir custos, mas talvez a fabricante tenha exagerado na limitação dos recursos. O modelo que testamos tinha apenas 8 GB de armazenamento, o que é pouco para instalar os jogos mais recentes. Além disso, o HP Slate 7 não conta com GPS e 3G, o que dificulta o uso de mapas em locais em que não há sinal de rede WiFi.

Um probleminha visível no HP Slate 7 é a qualidade da tela. Além de ser um display de baixa resolução, o componente não reproduz cores vivas e tem nível brilho reduzido. É complicado usar este tablet em locais com muita luz e, devido ao tamanho amplo da tela, a baixa resolução acaba mostrando seus pixels frequentemente.

Câmera e bateria

Ao visualizar as especificações, já sabíamos que a câmera do HP Slate 7 realmente não atenderia a todas as nossas necessidades. Entretanto, na prática, ela mostra ser ainda pior. O sensor capaz de capturar 3,15 MP não conta com foco automático, o que dificulta obter bons resultados.

A lente com resolução meia-boca acaba sendo suficiente para ambientes bem iluminados, mas a falta de flash e de um regulador de exposição impede fotos noturnas. No geral, você acaba tendo que capturar várias vezes a mesma cena e fotografar sempre a curtas distâncias.

Análise: tablet HP Slate 7 [vídeo]Ampliar (Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Análise: tablet HP Slate 7 [vídeo]Ampliar (Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Para finalizar, devemos salientar que a bateria deste gadget é bem limitada. Ao carregar vídeos através de uma rede WiFi, o aparelho consegue extrair energia por 3 horas e 50 minutos. Na hora de executar games, esse tempo cai para 2 horas e 35 minutos. Portanto, não adianta querer sair de casa sem levar o carregador.

Vale a pena

Sinceramente, não vale a pena a compra do HP Slate 7. A qualidade de construção do tablet agrada, mas os problemas encontrados decepcionam. O que constamos é que os números impressionantes de benchmark não são repetidos nas atividades do cotidiano, o que acaba frustrando o usuário que não pode rodar seus games preferidos e o Instagram!

A falta de GPS, a bateria de baixa duração e a tela de qualidade inferior são características que incomodam muito a quem busca um aparelho versátil e robusto. Além disso, mesmo sendo um compacto, esse aparelho pesa mais do que alguns concorrentes.

Análise: tablet HP Slate 7 [vídeo] (Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

O tablet da HP custa apenas 629 reais, o que não é um preço ruim, mas isso também não quer dizer que vale investir no produto. Para quem busca um aparelho recheado de recursos, o Slate 7 acaba não tendo as capacidades de hardware que o consumidor necessita.

Há tablets quase iguais com preços parecidos que suprem essas necessidades. O Galaxy Tab 2 é um modelo que oferece até quatro vezes mais memória, vem com GPS, tem hardware muito parecido e está disponível em versões com 3G. Infelizmente, não foi dessa vez que a HP começou com o pé direito, mas novos modelos podem nos impressionar. Aguardemos!



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!