Ano passado, nós publicamos uma notícia comentando sobre uma suposta APU que a AMD estava desenvolvendo que chegaria a ter até 32 núcleos. Exagero? Bom, de acordo com a informação que divulgamos na época, este seria um plano para meados de 2020.

Contudo, de acordo com um slide publicado no site do CERN, a AMD pode adiantar seus planos um bocado. A notícia foi publicada no site ExtremeTech, que revela a possibilidade de que chips AMD para servidores já tragam esta característica ainda este ano.

Os novos componentes (que talvez ainda tenham o nome Opteron) vão usar a arquitetura Zen, a qual permitirá colocar essa quantidade monstra de núcleos para rodar simultaneamente (detalhe: estamos falando de 32 núcleos com multi-threading simétrico). Tal capacidade seria possível graças ao processo de fabricação, que adotará transistores FinFET de 14 nanômetros.

A AMD não confirmou a informação, mas, se a imagem for verdadeira, tais processadores apresentarão uma melhoria de 40% nas instruções por clock se comparados aos atuais dispositivos. Além disso, esses chips também já terão suporte para tecnologia DDR4 em modo de operação de oito canais. Novas informações devem surgir nos próximos meses.